Irtacina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Irtakina)
Ir para: navegação, pesquisa
Irtacina
Yrtakina • Hirtakina • Hytarkos
Υρτακίνα
Localização atual
Irtacina está localizado em: Creta
Irtacina
Localização de Irtakina em Creta
Coordenadas 35° 16' 48" N 23° 45' E
País  Grécia
Região Creta
Unidade regional Chania
Município Cántanos-Sélino
Altitude 850 m
Dados históricos
Períodos históricos arcaico, clássico e helenístico
Civilização Grécia Antiga
Notas
Acesso público Y

Irtacina (em grego: Υρτακίνα; transl.: Yrtakina) foi uma antiga cidade no sudoeste da ilha de Creta, Grécia, situada poucas centenas de metros, perto da aldeia de Temenia, a sudoeste da aldeia atual Papadiana, no monte de Castri, a cerca de 850 metros de altitude. O sítio arqueológico encontra-se cerca de 5 km a oeste de Rodovani, 16 km a noroeste de Sougia, 20 km a nordeste de Palaiochora e 67 km a sudoeste de Chania (distâncias por estrada).

Em documentos históricos, a cidade aparece com diversos nomes ou grafias: Hyrtakina, Hytarkos,[1] Yrsakína ou Hyrsakína (Υρσακίνα), Artákina (Ἀρτάκινα), Hýrtakos (Ὕρτακος) ou Hyrtakînos (Ὑρτακῖνος).[2]

História e descrição[editar | editar código-fonte]

A cidade foi construída num monte de difícil acesso,[3] com excelentes vistas sobre toda a região circundante e para a costa.[1] Nos lados lado sul e leste era limitada por precípicios e restantes lados estavam protegidos por muralhas duplas, das quais ainda são visíveis algumas partes ao longo de pouco mais de 800 metros. É notável observar as precauções tomadas pelos habitantes para defenderem as entradas da sua cidade — antes de entrarem na cidade, os inimigos tinham que passar por uma passagem entre muralhas.[2] Foi fundada durante o Período Arcaico (séculos IX–VI a.C.) e floresceu durante o Período Helenístico (séculos IV–II a.C.).[3]

As ruínas foram identificadas por Robert Pashley em 1837 como pertencendo à Hytarkos ou Hyrtakina conhecida por moedas, semelhantes às de Eliros, e por menções de Ptolomeu, Estêvão de Bizâncio e Cílax de Carianda.[1] Tthethox[quem?] acredita que a cidade foi uma capital aqueia e que foi destruída pelos dóricos.[carece de fontes?]

A cidade era autónoma — cunhava a sua própria moeda, uma delas com imagens de uma cabra selvagem cretense (kri-kri) e uma abelha chamada Tarra, outra com um golfinho e uma estrela de oito raios. As cidades vizinhas de Eliros, Lissós, Pikilassós, Tarra e Irtacina estabeleceram a federação de Oreion, uma união monetária[3] quando se juntaram à Liga Cretense no século III a.C..[carece de fontes?]

Durante as escavações levadas a cabo em 1938–1939[4] foi descoberto um templo dedicado a , o deus dos pastores e dos rebanhos, com 22,7 metros por cerca de 6 m de largura e datada do período helenístico.[5] Na acrópole foi encontrada uma estátua de mármore sem cabeça desse deus, datada do século IV a.C., que atualmente está exposta no Museu Arqueológico de Chania.[4] Uma inscrição encontrada no local, datada de ca. 170 a.C., menciona a existência na cidade de um templo dedicado a Hera, aparentemente o mais importante da cidade nesse tempo.[6] Nas encostas da colina, fora das muralhas, há uma necrópole com túmulos escavados na rocha.[5] [7]

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c Pashley, Robert (1837), "XXVIII — The site and the existing ruins of Hyrtakina" (em inglês), Travels in Crete, 2, Londres: Pitt Press, John W. Parker, p. 113, http://books.google.pt/books?id=b1QEAAAAQAAJ&pg=PA111, visitado em 8 de maio de 2014 
  2. a b Smith, William (1854), "HYRTACI´NA" (em inglês), Dictionary of Greek and Roman Geography, Londres: Walton and Maberly, http://www.perseus.tufts.edu/hopper/text?doc=Perseus%3Atext%3A1999.04.0064%3Aentry%3Dhyrtacina-geo, visitado em 8 de maio de 2014 
  3. a b c Niniou, Vanna; Kindelis, Angeliki Tsigou. Υρτακίνα (Yrtakína) (em grego) Odysseus. Ministério da Cultura e Desportos da Grécia. odysseus.culture.gr. Visitado em 8 de maio de 2014.
  4. a b Tait, Bob. Ancient Yrtakina (em inglês) ThePaleochoraSite.com. Visitado em 8 de maio de 2014.
  5. a b Niniou, Vanna; Kindelis, Angeliki Tsigou. Περιγραφή (em grego) Odysseus. Ministério da Cultura e Desportos da Grécia. odysseus.culture.gr. Visitado em 8 de maio de 2014.
  6. Willetts, R. F. (1977) (em inglês), The Civilization of Ancient Crete, University of California Press, p. 206–207, ISBN 9780520034068, http://books.google.pt/books?id=b2Y1E4Qi8eoC&pg=PA206, visitado em 8 de maio de 2014 
  7. Ancient Hyrtakina (em inglês). www.cretanbeaches.com. Página visitada em 8 de maio de 2014

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • Galeria de fotografias (em grego) Odysseus. Ministério da Cultura e Desportos da Grécia. odysseus.culture.gr. Visitado em 8 de maio de 2014.