Isa Silveira Leal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Isa Silveira Leal, ou simplesmente Isa Leal, (Santos, 20 de fevereiro de 1910 - São Paulo, 5 de abril de 1988) foi uma escritora, jornalista e novelista (de rádio e televisão) brasileira. Isa Leal era filha do escritor Valdomiro Silveira, autor de Os Caboclos, Nas Serras e nas Furnas e Mixuangos e foi casada com o médico e escritor Alberto Leal[1] .

Isa Leal começou sua carreira como tradutora de livros e textos e em 1948 começou a trabalhar na Rádio Difusora de São Paulo, como produtora. Escreveu seu primeiro romance em 1956, com o título de A Rainha do Rádio. Como a Rádio Difusora fazia parte da rede da Emissoras Associadas, em pouco tempo passou a criar novelas para a televisão]][2] .

Foi vencedora do Prêmio Jabuti em três oportunidades; com os livros: O Menino de Palmares, O Único Amor de Ana Maria e Glorinha. O livro O Pescador Vai ao Mar recebeu da Associação Paulista de Críticos de Arte o título de melhor livro de poesias da categoria em 1987[3] .

Também foi jornalista e tradutora. Trabalhou por mais de 20 anos na Folha de S. Paulo e traduziu textos de William Shakespeare, Pear S. Buck e André Gidé.

Referências

  1. EMEI Isa Silveira Leal Prefeitura de São Paulo
  2. Biografia Isa Leal Museu da Televisão Brasileira
  3. Perfil do Patrono Reformas - Prefeitura de São Paulo