Isaac Comneno (irmão de Aleixo I)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Selo de Isaac como protoproedro e doméstico das escolas do Oriente na década de 1070.

Isaac Comneno (em grego: Ἰσαάκιος Κομνηνός; transl.: Isaac Komnenos; ca. 1047-1102/1104) foi um notável general bizantino na década de 1070 e um dos principais apoiantes do imperador bizantino Aleixo I Comneno (r. 1081-1118), que foi seu irmão mais novo. Aleixo criou o título de sebastocrator para ele.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Isaac foi o segundo mais velho e terceiro filho do doméstico das escolas João Comneno e Ana Dalassena. Como tal, ele pertencia à mais alta aristocracia de meados do século XI, sendo o sobrinho do imperador Isaac I Comneno (r. 1057-1059).[1] Em 1071 ou 1072, o imperador Miguel VII Ducas (r. 1071-1078) casou-o com Irene, uma princesa georgiana e prima da esposa de Miguel, Maria da Alânia.[2] [3] [4]

Na década de 1070, após a desastrosa batalha de Manziquerta, Isaac foi contratado como comandante militar na Anatólia contra os turcos seljúcidas. Em 1073, como doméstico das escolas do Oriente (ou seja, comandante-em-chefe- do exército oriental), ele foi capturado pelos turcos, e foi liberado apenas após resgate ser pago. No ano seguinte, novamente foi enviado como doux da Antioquia (1074-1078), acalmando a agitação local, mas sendo novamente capturado pelos turcos sendo resgatado pelos cidadãos da cidade. No reino de Nicéforo III Botaniates (r. 1078-1081), atendendo aos favores do imperador e conspirando na corte usando sua influência como a imperatriz Maria, ele elevou a posição da família comnena na corte; especialmente a de seu irmão mais novo Aleixo, que era diretamente relacionado com a dinastia dos Ducas através de seu casamento com Irene Ducaina. Quando Aleixo finalmente fez seu movimento e se rebelou contra Nicéforo III, foi Isaac que o fez imperador; e depois disso ele se mostrou um de seus apoiantes mais leais, firme e entusiasmado. Aleixo, por sua vez o recompensou atribuindo-o o título de sebastocrator que o fez quase igual a um imperador; nas palavras de Ana Comnena, um "imperador sem o roxo".[2] Entre 1081-1082 Isaac atuou como governador de Constantinopla.[4]

Família[editar | editar código-fonte]

Isaac Comneno foi casado com a princesa georgina Irene, a prima da imperatriz Maria da Alânia,[3] com quem teve vários filhos:[5] [6]

  • [Ana] Comnena, casada com um neto do césar João Ducas.[4]
  • João Comneno (1076-1106), protosebasto e governador (dux) de Dirráquio entre 1092-1105/1106.[4]
  • Aleixo Comneno (? - depois de 1143), pansebasto e dux de Dirráquio entre 1105-1108.[4]
  • [Maria] Comnena (? - depois de 1191), noiva com Gregório Gabras, filho de Teodoro Gabras.[4]
  • Constantino Comneno (? - após 1147), pansebasto e dux da Beroia, depois grande drungário (1136/1143-1147).[4]
  • Adriano Comneno (? - 1164), monge e depois arcebispo da Bulgária como João IV (1139/20 de agosto de 1143 - 13 de maio de 1157/10 de fevereiro 1164).[4]
  • Sofia Comnena, casada com Nicéforo Ducas. Tornou-se posteriormente freira com o nome Susana.[4]
  • Eudóxia Comnena, casada com Nicéforo Botaniates.[4]
  • Filho de nome desconhecido.[4]

Referências

  1. Kazhdan 1991, p. 1143; 1145
  2. a b Kazhdan 1991, p. 1144
  3. a b Anna Dalassena, Mother of Alexius I Comnenus (1081-1118) (em inglês). Página visitada em 04-12-2012.
  4. a b c d e f g h i j k BYZANTIUM 1057-1204 (em inglês). Página visitada em 04-12-2012.
  5. Kazhdan 1991, p. 1145
  6. Skoulatos 1980, p. 125

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Kazhdan, Alexander Petrovich. The Oxford Dictionary of Byzantium. Nova Iorque e Oxford: Oxford University Press, 1991. ISBN 0-19-504652-8
  • Skoulatos, Basile. Les personnages byzantins de I'Alexiade: Analyse prosopographique et synthese. Louvain: Nauwelaerts, 1980.