Isabel de Iorque

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde dezembro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Isabel de Iorque
Rainha Consorte da Inglaterra
Reinado 18 de janeiro de 1486
a 11 de fevereiro de 1503
Coroação 25 de novembro de 1487
Predecessora Ana Neville
Sucessora Catarina de Aragão
Marido Henrique VII de Inglaterra
Descendência
Artur, Príncipe de Gales
Margarida Tudor, Rainha da Escócia
Henrique VIII de Inglaterra
Isabel Tudor
Maria Tudor, Rainha de França
Edmundo Tudor, Duque de Somerset
Eduardo Tudor
Catarina Tudor
Casas Iorque (por nascimento)
Tudor (por casamento)
Pai Eduardo IV de Inglaterra
Mãe Isabel Woodville
Nascimento 11 de fevereiro de 1466
Palácio de Westminster, Londres, Inglaterra
Morte 11 de fevereiro de 1503 (37 anos)
Palácio de Richmond, Londres, Inglaterra
Enterro Abadia de Westminster, Londres

Isabel de Iorque ou Elizabeth de York (Londres, 11 de fevereiro de 1466 – Londres, 11 de fevereiro de 1503) foi a esposa do rei Henrique VII e rainha consorte do Reino da Inglaterra de 1486 até sua morte. Além de esposa de um rei, Isabel também era filha do rei Eduardo IV, irmã de Eduardo V, sobrinha de Ricardo III, mãe de Henrique VIII e avó de Eduardo VI, Maria I e Isabel I.

Isabel nasceu Westminster, como filha primogénita da casal real. Depois da morte do marido Eduardo e do desaparecimento dos filhos – os Príncipes na Torre – Isabel Woodville apostou na sua filha mais velha para salvaguardar posição da família. Aparentemente, o primeiro noivo de Isabel foi o próprio tio, o rei Ricardo III, então casado com Ana Neville, sem interesse político e de saúde frágil. Depois da derrota de Ricardo III e do fim da Guerra das Rosas a favor de Henrique Tudor (um Lencastre, fundador da Casa de Tudor), Isabel foi prometida ao novo rei, como herdeira da Casa de Iorque. A união iria reunir as duas famílias e trazer paz à Inglaterra.

Henrique VII comprometeu-se publicamente a casar-se com Isabel, mas foi adiando a data do casamento. Foi preciso uma intervenção do Parlamento a lembrar o rei da promessa feita à filha do popular Eduardo IV, para o convencer. O casamento foi celebrado em 18 de janeiro de 1486, mas Henrique insistiu em esperar o nascimento do primeiro filho, Artur Tudor, para coroar Isabel como rainha de Inglaterra.

Isabel não desempenhou nenhum papel político importante e morreu,na sequência do seu último parto, no dia do seu 37º aniversário, em 1503. Está sepultada na Abadia de Westminster.

Filhos[editar | editar código-fonte]


Na cultura popular[editar | editar código-fonte]

Filmes e Séries[editar | editar código-fonte]

Livros[editar | editar código-fonte]

Retrato pelo pintor inglês Edward Henry Corbould.
  • Aparece em quatro livros de Philippa Gregory: The White Princess, A Rainha Branca, The Red Queen e A Princesa Leal. Nos livros ela é profundamente apaixonado por seu tio Ricardo, esperando se casar com ele. Porém, ao se casar com Henrique Tudor, passa a amá-lo.
  • Isabel faz parte do tema da obra Plantagenet Princess de Hilda Brookman Stanier, de 1981;
  • Está em The Tudor Rose por Margaret Campbell Barnes de 1953;
  • The Dragon and the Rose por Roberta Gellis;
  • The King's Daughter da autora Sandra Worth;
  • To Hold the Crown: The Story of Henry VII and Elizabeth of York escrito por Eleanor Burford;
  • The King's Grace por Anne Easter Smith;
  • Em The Sunne in Splendour de Sharon Kay Penman, ela ama seu tio Ricardo, e tem falsas esperanças de se casar com ele;
  • O livro Queen's Ransom de Anne Powers, é escrito de acordo com o ponto de vista de cada rainha da época da Guerra das Rosas. Isabel aparece no relato de sua mãe, Isabel Woodville e no de Ana Neville, assim como no seu próprio;

Ancestrais[editar | editar código-fonte]


Isabel de Iorque
Casa de Iorque
Ramo da Casa de Plantageneta
11 de fevereiro de 1466 – 11 de fevereiro de 1503
Precedida por
Ana Neville
Arms of Elizabeth of York.svg
Rainha Consorte da Inglaterra
18 de janeiro de 1486 – 11 de fevereiro de 1503
Sucedida por
Catarina de Aragão


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Isabel de Iorque