Isadora Quagmire

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Isadora Quaqmire é um dos trigêmeos Quagmire de Desventuras em Série. Deseja ser uma poetisa. Ela tem um caderno onde anota todos seus poemas. Isadora e o irmão, Duncan, perderam os pais em um incêndio, assim como os Baudelaire, e acham que seu irmão Quigley morreu também, parte dos trigêmeos, morreu também nesse incêndio. Mesmo assim, isso não muda sua identidade de nascença, sendo ainda trigêmeos.

Isadora conhece os irmãos Baudelaire na Escola Preparatória Prufrock e os ajuda, juntamente com Duncan, a desvendar um mistério sobre o perverso Conde Olaf e a salvar a vida dos Baudelaire. Mas, como tinham também uma enorme herança, Isadora e o irmão foram raptados pelo Conde Olaf e seus capangas, sendo levados para longe juntamente com um segredo importante que descobrem sobre Olaf: o segredo de C.S.C.

E continuam por um bom tempo nas garras de Olaf, esperando um dia que fiquem sãos e salvos ao lado dos Baudelaire. Até que no sétimo livro os Baudelaire os encontram através dos dísticos de Isadora que eram transportados através dos corvos:


Cá por Safiras, cativos estamos,

Hora após hora em terror aguardamos.


Até de manhã não vai dar pra falar,

Fechado e tristonho há de o bico ficar.


A que antes se lê contém uma pista,

Recurso inicial que o bandido despista.


Isso é o que o olho das letras já vê,

Zás, seus amigos, e C.S.C.


Se você observar, as iniciais dos dísticos formam a palavra CHAFARIZ, o local em que estavam presos.

Depois de serem resgatados eles fogem em um casa móvel auto-sustentável a ar quente que Hector (amigo deles nesse livro) construídos com a ajuda da Isadora e Duncan conseguem subir, mas os Baudelaire não conseguem e ficam para trás.

PS: Ao contrário da informação antes contida nessa página, Quigley Quagmire não morreu.Revelado em:O escoregador de gelo.