Ise monogatari

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pintura de Sumiyoshi Jokei ilustrando o episódio 9 dos Contos de Ise, British Museum

Os Contos de Ise (伊勢物語, Ise monogatari?) é uma coleção de poemas Tanka japoneses, criados durante o Período Heian. A atual versão contem 125 seções, cada uma combinando poemas e prosa, num total de 209 poemas na maioria das versões.

A data exata da composição e autoria pode somente ser especulada; a identidade do personagem central anônimo é do mesmo modo ambígua, mas considera-se ser Ariwara no Narihira (825-880).[1] . Trinta dos poemas aparecem no Kokin Wakashū (905), com notas introdutórias similares, todas atribuídas a Narihira. A combinação destes poemas, e a semelhança de alguns acontecimentos dos contos com a vida de Narihira, sugerem que Narihira compôs a obra; entretanto, a inclusão de acontecimentos datando épocas após 880 sugerem o contrário.

Referências

  1. A única menção direta a Narihira ocorre na seção 63, mencionando 'um jovem homem do Clã Ariwara'

Fontes[editar | editar código-fonte]

  • H. Jay Harris (tradutor), The Tales of Ise, North Clarendon: Tuttle Publishing, 1972. ISBN 0-8048-3338-9.
  • Helen Craig McCullough (tradutor), Tales of Ise: Lyrical Episodes from Tenth-Century Japan, Stanford: Stanford University Press, 1968. ISBN 0-8047-0653-0.
  • Richard Bowring, 'The Ise monogatari: A short cultural history', Harvard Journal of Asiatic Studies, vol. 52, no. 2 (December 1992), pp. 401–480. [1]
Ícone de esboço Este artigo sobre o Japão é um esboço relacionado ao Projeto Ásia. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.