Islamismo na Bósnia e Herzegovina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto.
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

A Bósnia e Herzegovina é dividida em três grupos étnicos principais: os bósnios (bosniaks) professam a religião muçulmana; os croatas a religião cristã católica; e os sérvios o cristianismo ortodoxo. Como a Bósnia e Herzegovina tem 4,6 milhões de habitantes, 40% das pessoas têm a etnia bósnia, 30% são sérvios e 18% croatas, sendo a religião predominante a muçulmana.

Os muçulmanos da Bósnia foram vítimas do maior genocídio ocorrido na Europa desde a Segunda Guerra Mundial:[1] no Massacre de Srebrenica morreram cerca de 8000 bósnios, além da expulsão de 25 a 30 mil pessoas.

Referências

  1. Institute for War and Peace Reporting, Tribunal Update: Briefly Noted (TU No 398, 18 March 2005) [1]
Ícone de esboço Este artigo sobre o Islamismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.