Isolação galvânica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde dezembro de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido. Ajude e colabore com a tradução.
Um transformador é o exemplo mais comum de isolação galvânica.

Isolação galvânica é um princípio de isolação de seções funcionais de sistemas elétricos para evitar o fluxo de corrente; não existindo caminhos de condução metálicos. Energia ou informação podem ser trocadas entre as seções por outros meios, como a capacitância, indutância ou ondas eletromagnéticas, ou por meios ópticos, acústicos ou mecânicos.

A isolação galvânica é usada quando dois ou mais circuitos devem se comunicar, mas seus terras devem estar em diferentes potenciais. É um método eficaz de separar os circuitos, prevenindo que correntes indesejadas fluam entre duas seções que compartilham um mesmo terra. A isolação galvânica também é utilizada para segurança, evitando choques acidentais dos usuários.