István Fekete

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde julho de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.

István Fekete (Gölle, 25 de janeiro de 1900 - Budapeste, 23 de junho de 1973) foi um escritor húngaro. Seus livros são clássicos da literatura infanto-juvenil, especialmente suas histórias sobre animais, tendo sido traduzidos para mais de dez idiomas. A maioria de seus livros mais importantes foram adaptados para o cinema ou para a televisão, por vezes com grande sucesso internacional.

Obras[editar | editar código-fonte]

A avaliação do seu trabalho é problemática. Durante a era comunista foi tolerada pelo regime, mas o seu nome desapareceu da literatura. Poderia publicar seus livros e na realidade estes eram muito populares, mas as críticas o ignoravam. Apesar disso, especialmente no final de sua vida, ele recebeu mais reconhecimento e alguns dos prêmios importantes. Sobre seu estilo foram escritos numerosos estudos, alguns classificando-o como literatura popular ou folclórica, outros de literatura infanto-juvenil (o mais usual), e alguns falam até de um realismo mágico, ao tom contos de fadas (embora não em todas as suas obras). Outro aspecto importante é a sua descrição da natureza e, em ses contos juvenis ou infantis, os nomes inventados para representar animais, originais e com um encanto único.

Entre suas obras mais conhecidas, destaque para o romance Vuk (1965), encantadora história sobre uma raposa que perde sua família por causa de uns caçadores e têm de aprender a sobreviver. Existe um filme animado homónimo baseado no livro, que foi bastante bem sucedido e chegou até a ser lançado na Espanha.

Outros de seus livros mais destacado é Tüskevár (1957), sobre as aventuras de algumas crianças da cidade que passam o verão no Lago Balaton e entram em contacto com a verdadeira natureza.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Akoppányi aga Testamentum (1937, romance histórico-juvenil)
  • Zsellérek (1939)
  • Csi (1940, romance com animais)
  • Kele (1955 romance com animais, sobre uma cegonha)
  • Lutra (1955, romance com animais, sobre uma lontra)
  • Tüskevár (1957, romance juvenil)
  • Bogáncs (1957, romance)
  • Téli berek (1959, romance, continuação de Tüskevár)
  • Vuk (1965, romance com animais, sobre uma raposa)
  • Hu (1966 romance com animais, sobre uma coruja)
  • Ballagó idő (1970, romance autobiográfico)

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um(a) escritor(a), poeta ou poetisa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.