Itaporanga (São Paulo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Itaporanga
Abadia Cisterciense de Nossa Senhora da Santa Cruz

Abadia Cisterciense de Nossa Senhora da Santa Cruz
Bandeira de Itaporanga
Brasão de Itaporanga
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 6 de março
Fundação 21 de agosto de 1845 (169 anos)
Gentílico itaporanguense
Prefeito(a) José Carlos do Nute Rodrigues (PPS)
(2009–2012)
Localização
Localização de Itaporanga
Localização de Itaporanga em São Paulo
Itaporanga está localizado em: Brasil
Itaporanga
Localização de Itaporanga no Brasil
23° 42' 28" S 49° 29' 24" O23° 42' 28" S 49° 29' 24" O
Unidade federativa  São Paulo
Mesorregião Itapetininga IBGE/2008[1]
Microrregião Itapeva IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Riversul, Itaberá, Coronel Macedo, Barão de Antonina, Fartura, Santana do Itararé-PR
Distância até a capital 291 1 km
Características geográficas
Área 507,737 km² [2]
População 15 064 hab. Estimativa IBGE/2013[3]
Densidade 29,67 hab./km²
Altitude 589 m
Clima subtropical Cfa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,709 alto PNUD/2000[4]
PIB R$ 105 834,339 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 7 174,24 IBGE/2008[5]
Página oficial

Itaporanga é um município do estado de São Paulo, no Brasil.

História[editar | editar código-fonte]

A história de Itaporanga está ligada à figura do Barão de Antonina, João da Silva Machado, senhor de extensas sesmarias no norte do Paraná e sul de São Paulo. A ocupação de suas terras foi marcada pelo trabalho de catequização dos índios caingangues que as habitavam[6] . Para esta tarefa, solicitou a presença de padres capuchinhos vindos da Itália com a intervenção de dom Pedro II, em 1843[7] .

Ao frei Pacífico de Montefalco, coube a zona do Rio Verde, área demarcada pela confluência dos rios Verde e Itararé. Em 21 de agosto de 1845, o frei fundou o núcleo populacional do qual nasceria o município de Itaporanga, erguendo uma capela e uma casa rústica no meio da mata.

O antigo povoado, chamado "São João Batista do Rio Verde", foi elevado a freguesia do município de Itapeva (município este então conhecido como "Faxina") em 5 de março de 1855 e, em 6 de março de 1871, foi elevado a vila, separando-se de Itapeva. Foi elevado a cidade em 11 de junho de 1898. Em 21 de junho de 1899, o nome do município foi alterado de "São João Batista do Rio Verde" para "Itaporanga", termo de origem tupi que significa "pedra bonita", através da junção dos termos itá (pedra) e porang (bonito)[8] [9] .

Turismo[editar | editar código-fonte]

No município de Itaporanga, tem-se localizado o 3º maior mosteiro brasileiro[carece de fontes?], fundado por alemães no período pós-segunda guerra. A Abadia Cisterciense de Nossa Senhora da Santa Cruz é tão substancial que a lenda reza ter um tamanho subterrâneo semelhante ao seu espaço físico visível.

Eventos[editar | editar código-fonte]

Durante o ano, são realizados diversos eventos culturais e festivos que atraem jovens das cidades vizinhas e região.

Baile do Havaí[editar | editar código-fonte]

Ocorre no final do mês de dezembro. Durante todo o tempo foi realizado na Sede Social do Clube Atlético Itaporanguense (C.A.I). Em 2007, ocorreu o primeiro Baile do Havaí na Sede Campestre do C.A.I, que obteve recorde de público, entre mil e 1 300 pessoas.

Copa de Futebol Mirim[editar | editar código-fonte]

Todo ano, no mês de janeiro, ocorre a já tradicional Copa de Futebol Mirim de Itaporanga.[nem tem mais]

Educação[editar | editar código-fonte]

Itaporanga é uma cidade com bom fluxo educacional no que tange a Educação Básica, isto é, o Ensino Infantil, o Ensino Fundamental e Médio, contando com escolas bem estruturadas sempre bem vistas pelo público local e regional, o município conta ainda com duas Escolas Particulares, a Associação Magíster de Ensino-Colégio Objetivo e o Colégio Positivo - Colégio Educacional de Itaporanga, desta forma a cidade acaba atraindo alunos de outras cidades paulistas vizinhas, inclusive de cidades paranaenses. Os bons resultados educacionais são mensurados a partir das notas obtidas nos exames oficiais, como o Exame Nacional do Ensino Médio e ainda pela grande aprovação em vestibulares de faculdades públicas.

No município, há a oferta de Ensino Técnico através de uma sala vinculada a Etec de Taquarituba oferecendo atualmente o curso de Técnico em Administração com ingresso através de um vestibulinho, sala esta que funciona no período noturno na E.M. "Cel. Vicente Russo do Amaral" em convênio entre a prefeitura municipal e o Centro Paula Souza, neste quesito vale ressaltar que há ainda muitos alunos de Itaporanga que buscam formação técnica no município de Taquarituba na Etec Terezinha Monteiro dos Santos.

Ainda no sentido de aprimoramento, é importante informar que o Positivo Colégio Educacional de Itaporanga tem oferecido cursos de formação na área da saúde, no caso Técnico em Enfermagem com grande empregabilidade dos formados. Por fim, no sentido de oferecimento de curso superior, há a Associação Magíster de Ensino Colégio Objetivo, que oferece, em parceria com a Unip Interativa, vários cursos de graduação e pós-graduação por meio da tecnologia EAD. Vale destacar que a grande maioria dos alunos, após cursarem o Ensino Médio, tem buscado os cursos superiores, entre outros, em faculdades privadas de cidades vizinhas como Itararé, Avaré entre outras.

Economia[editar | editar código-fonte]

A economia itaporanguense gira praticamente acerca de seu potencial agrícola, e também, todavia com uma influência menor o setor de serviços. O potencial agropecuário da cidade sofreu um extremo declínio na década de 1990. Onde antes via-se um município rotulado de celeiro nacional do feijão, começou a se notar um êxodo rural populacional forte para cidades de médio e grande porte. Itaporanga é uma das poucas cidades do estado de São Paulo que possui uma taxa de crescimento demográfica negativa.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Sua área é de 507,737 km², representando 0,2046% do estado, 0,0549% da região e 0,006% de todo o território brasileiro. Localiza-se a uma latitude 23º42'28" sul e a uma longitude 49º29'23" oeste, estando a uma altitude de 589 metros. Sua população estimada em 2005 era de 14 318 habitantes.[carece de fontes?]

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2000

População total: 14 544

(Fonte: IPEADATA)

Itaporanguenses famosos[editar | editar código-fonte]

Administração[editar | editar código-fonte]

A partir de abril de 2009, o então vice-prefeito José Carlos do Nute Rodrigues assumiu o poder executivo do município, após o falecimento precoce do prefeito reeleito Hernani Camargo. Em 2012 José Carlos do Nute Rodrigues foi reeleito como prefeito, tendo como vice o senhor Gezuíno Rovides.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  6. BUENO, E. Brasil: uma história. 2ª edição. São Paulo. Ática. 2003. p. 282.
  7. Itaporanga-SP: site oficial da prefeitura municipal de Itaporanga/SP. Disponível em http://itaporanga.sp.gov.br/novoportal/o-munic%C3%ADpio/hist%C3%B3rico-do-munic%C3%ADpio.html. Acesso em 16 de abril de 2013.
  8. Itaporanga-SP: site oficial da prefeitura municipal de Itaporanga/SP. Disponível em http://itaporanga.sp.gov.br/novoportal/o-munic%C3%ADpio/hist%C3%B3rico-do-munic%C3%ADpio.html. Acesso em 16 de abril de 2013.
  9. NAVARRO, E. A. Método moderno de tupi antigo: a língua do Brasil dos primeiros séculos. 3ª edição. São Paulo. Global. 2005. 463 p.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Itaporanga (São Paulo)