Itapuca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Itapuca
Bandeira de Itapuca
Brasão de Itapuca
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 20 de março de 1992 (22 anos)
Gentílico itapuquense
Prefeito(a) Airtom Scorsatto (PTB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Itapuca
Localização de Itapuca no Rio Grande do Sul
Itapuca está localizado em: Brasil
Itapuca
Localização de Itapuca no Brasil
28° 46' 48" S 52° 10' 19" O28° 46' 48" S 52° 10' 19" O
Unidade federativa  Rio Grande do Sul
Mesorregião Nordeste Rio-grandense IBGE/2008 [1]
Microrregião Guaporé IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Arvorezinha, União da serra, Soledade, Nova Alvorada, Serafina Corrêa
Distância até a capital 230 km km
Características geográficas
Área 184,249 km² [2]
População 2 337 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 12,68 hab./km²
Altitude 660 m
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,729 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 28 059,727 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 11 278,03 IBGE/2008[5]
Página oficial

Itapuca é um município do estado do Rio Grande do Sul, no Brasil.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 28º46'47" sul e a uma longitude 52º10'20" oeste, estando a uma altitude de 660 metros. Possui uma área de 184,48 quilômetros quadrados e sua população estimada em 2004 era de 2 620 habitantes.

Topônimo[editar | editar código-fonte]

"Itapuca" é um termo de origem tupi, significando "pedra fendida", através da junção dos termos itá (pedra)[6] e puka (fenda)[7] . Segundo a versão popular, o nome é uma referência à grande quantidade de "pedras moles" (fáceis de serem fendidas, portanto) existentes na região[8] .

História[editar | editar código-fonte]

Antigamente, distrito de Maurício Cardoso, nome dado em homenagem ao jurista, filho de Soledade, Dr. Joaquim Maurício Cardoso, era habitado por índios das tribos Gê e Tapuias. Por volta de 1880, na região de Campo Bonito, pertencente ao distrito de Maurício Cardoso, começaram a chegar os primeiros imigrantes descendentes de portugueses, entre os quais os Ferreira de Andrade, os Borges, os Taborda, e outros. Logo após viriam os italianos e com esses a denominação da localidade: Povoado Vitória. O topônimo é de origem indígena e significa pedra podre. Recebeu esse devido a grande quantidade de pedras moles existentes na região. A sede do município foi muitas vezes chamada de Itapuca Brava, porém este nome só aparece na Comissão de Terras, sendo que nunca foi o nome oficial da localidade.             Formação Administrativa Distrito criado com a denominação de Vitória, por Ato Municipal n.º 2, de 19-09-1892, subordinado ao município de Soledade. Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito de Vitória, figura no município de Soledade. Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-12-1936 e 31-12-1937. No quadro fixado para vigorar no período de , o distrito de Mauricio Cardoso (ex-Vitória), figura no município de Soledade. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 01-07-1955. Pela Lei Estadual n.º 3.717, de 16-02-1959, o distrito de Mauricio Cardoso foi transferido do município de Soledade, para constituir o novo município de Arvorezinha. Em divisão territorial datada de 01-07-1960, o distrito de Mauricio Cardoso, figura no município Arvorezinha.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1991. Elevado à categoria de município com a denominação de Itapuca, pela Lei Estadual n.º 9.580, de , desmembrado de Arvorezinha. Sede no atual distrito de Itapuca (ex-Mauricio Cardoso). Constituído do distrito sede. Instalado em Em divisão territorial datada de 1997, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007. Alterações Toponímicas Distritais Vitória para Mauricio Cardoso, alterado pelo Decreto Estadual n.º 7.199, de 31-03-1938. Mauricio Cardoso para Itapuca, alterado pela Lei Estadual n.º 9.580, de

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  6. NAVARRO, E. A. Método moderno de tupi antigo: a língua do Brasil dos primeiros séculos. Terceira edição revista e aperfeiçoada. São Paulo. Global. 2005. p. 40.
  7. NAVARRO, E. A. Método moderno de tupi antigo: a língua do Brasil dos primeiros séculos. Terceira edição revista e aperfeiçoada. São Paulo. Global. 2005. p. 68.
  8. Site da prefeitura de Itapuca-RS. Histórico. Disponível em http://www.itapuca.rs.gov.br/portal1/municipio/historia.asp?iIdMun=100143200. Acesso em 14 de janeiro de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Sul é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.