Ivon Curi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ivon Curi
Informação geral
Nome completo Ivo José Curi
Nascimento 5 de junho de 1928
Origem Brasil Caxambu, Minas Gerais, Brasil
Data de morte 24 de junho de 1995 (67 anos)
Gênero(s) MPB
Período em atividade 1947-1995
Outras ocupações empresário
Gravadora(s) Odeon, RCA, Continental
Afiliação(ões) Adoráveis Trapalhões
Escolinha do Professor Raimundo

Ivo José Curi, conhecido como Ivon Curi, (Caxambu, 5 de junho de 1928Rio de Janeiro, 24 de junho de 1995) foi um cantor, compositor e ator brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Passou a infância e parte da adolescência em sua cidade natal. Era filho de José Kalil Curi e de Maria Curi, e irmão do famoso locutor esportivo Jorge Curi e do locutor noticiarista Alberto Curi, ambos também falecidos. Foi batizado na Igreja Matriz de Caxambu, em 29 de março de 1929, pelo monsenhor José João de Deus, tendo como padrinhos Assad Safade e sua irmã mais velha, Jenny Curi, a qual passaria a criá-lo depois da morte de sua mãe, em 1936[1] . No início dos anos 1940 mudou-se para o Rio de Janeiro. Trabalhou inicialmente na Pan American Airlines em terra.

Iniciou sua carreira artística como cantor em 1947, contratado como cantor principal da orquestra do maestro Zaccarias, do Hotel Copacabana Palace.

Notabilizou-se também por suas participações como ator e cantor em inúmeras chanchadas da Atlântida durante a década de 50.

Em 1960, gravou, ao lado de Elizeth Cardoso, um jingle para a campanha vice-presidencial de João Goulart.[2]

Em 1966, participou do programa Adoráveis Trapalhões com Renato Aragão, Wanderley Cardoso e Ted Boy Marino.

Nos anos 80 foi homenageado pelo diretor Ivan Cardoso em As Sete Vampiras e O Escorpião Escarlate, filmes nos quais reproduz o seu tipo aristocrático e abobalhado dos tempos de Atlântida.

Seu último personagem em televisão foi o gaúcho Gaudêncio da Escolinha do Professor Raimundo.

Também conhecido pela dublagem brasileira de Lumière, o castiçal de A Bela e a Fera, clássico da Disney.

Ivon Curi morreu aos 67 anos de idade na cidade do Rio de Janeiro devido à falência múltipla dos orgãos e insuficiência respiratória, em 24 de junho de 1995. Casado com Ivone Curi, deixou quatro filhos, Ivana, Ivan, Ivna e Ivo.

Maiores sucessos[editar | editar código-fonte]

  • 1949 - Me Leva (com Carmélia Alves)
  • 1950 - Tá Fartando Coisa em Mim
  • 1950 - Nego, Meu Amor (com Marlene)
  • 1953 - João Bobo
  • 1953 - O Xote das Meninas
  • 1953 - Amor de Hoje
  • 1954 - Sob o Céu de Paris
  • 1955 - Farinhada
  • 1957 - Comida de Pensão - Compositor - Miguel Miranda de Jesus
  • 1957 - Farinhada
  • 1970 - Procurando Tu
  • 1971 - Capim Gordura

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Caxambu, Batismos 1925-1929, n.º 1039
  2. " Dos sonhos de JK às vassouras de Jânio". Veja. 2 de setembro de 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Accordrelativo20060224.png Este artigo sobre um(a) músico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.