Jônatas Domingos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jônatas
Informações pessoais
Nome completo Jônatas Domingos
Data de nasc. 29 de julho de 1982 (32 anos)
Local de nasc. Fortaleza (CE),  Brasil
Nacionalidade  brasileiro
Altura 1,81 m
Destro
Apelido Zidane, "Beckham do Agreste",
"Kaiser do semi-árido"
Informações profissionais
Clube atual Brasil Icasa
Número 5
Posição Volante
Clubes de juventude
2000
2001
2002
Brasil Inhumas Sub-20
Brasil Tombense Sub-20
Brasil Flamengo Sub-20
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
2000
2001
20022006
20062010
20082009
2009
2011
2014
2014
Brasil Inhumas
Brasil Tombense
Brasil Flamengo
Espanha Espanyol
Brasil Flamengo (emp.)
Brasil Botafogo (emp.)
Brasil Figueirense
Brasil Boavista
Brasil Icasa
0000 0000(0)
0000 0000(0)
0204 000(13)
0033 0000(3)
0022 0000(1)
0019 0000(0)
0011 0000(0)
0000 0000(0)
0008 0000(3)
Seleção nacional3
2006 Brasil Brasil 0000 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 1 de março de 2014.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 25 de setembro de 2011.

Jônatas Domingos[1] (Fortaleza, 29 de julho de 1982[2] ) é um futebolista brasileiro, que atua como volante e que no atual momento está no Icasa.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Jônatas foi contratado pelo Flamengo no ano de 2002, durante uma fase na qual o clube carioca atravessava grave crise, lutando sucessivas vezes contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Envolvido em um ambiente negativo, Jônatas não conseguiu emplacar e, assim sendo, seu futuro no Flamengo permaneceu incerto durante um bom tempo.

Contudo, em 2006, a situação começou a melhorar no Flamengo e aí o verdadeiro futebol de Jônatas começou a aparecer. Considerado o grande maestro da equipe Rubro-Negra, campeã da Copa do Brasil de 2006, Jônatas acabou aparecendo na primeira convocação da Seleção Brasileira feita por Dunga[3] . A partida foi um amistoso contra a Seleção da Noruega, mas Jônatas não chegou a entrar em campo.

O sucesso na carreira logo despertou o interesse de clubes estrangeiros e, desta forma, logo após a conquista da Copa do Brasil, veio a transferência para o Espanyol, clube de Barcelona. No clube espanhol, fez o gol de empate na final da Copa UEFA, que levou o jogo para as disputa de penaltis. Nas penalidades, porém, ele perdeu a sua cobrança, indo de heróia a vilão no mesmo jogo[4] .

Entretanto, Jônatas não conseguiu se adaptar à Espanha e, em meados de 2007, após uma série de problemas disciplinares, tentou acertar sua volta ao Flamengo.

Na época a negociação acabou não se concretizando, porém, seis meses mais tarde, Jônatas finalmente conseguiu acertar seu retorno à Gávea. Todavia, durante o ano e meio em que ficou à disposição do Flamengo, acabou sendo relegado a um ostracismo total, não tendo sido sequer relacionado para o banco de reservas em diversas ocasiões.

Jônatas cumpriu seu contrato de empréstimo com o Flamengo até o fim, quando então transferiu-se para o Botafogo em meados de 2009, em um novo contrato de empréstimo feito pelo Espanyol a outro clube do Brasil. Sem conseguir firmar-se na equipe do Botafogo, ao término de 2009, Jônatas não teve o contrato renovado para o ano seguinte. Pouco tempo depois seu contrato com o Espanyol também veio a expirar, quando o clube catalão dispensou-o de vez.

Depois de ficar o ano inteiro de 2010 sem jogar, no começo de 2011 Jônatas foi contratado pelo Figueirense, no intuito de reforçar o elenco do clube catarinense para a disputa da Série A do Brasileirão. Jônatas fez apenas cinco partidas pelo Figueirense e não se firmou.

Após ficar 3 anos sem clube, revelou que ia voltar em 2014, e, em dezembro de 2013, acertou com o Boavista. Teve seu contrato rescindido após o presidente afirmar que ele não recuperará a forma física.

Em janeiro de 2014, acertou com o Icasa.[5]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Dizem que Jonatas tem apenas três dedos em cada pé, afinal ele só inverte o jogo de trivela. Suas inversões de mais de 50 metros impressionaram gigantes do futebol europeu. Em 2006 conseguiu a proeza de ficar uma temporada inteira sem errar um passe.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 1 de março de 2014.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Brasil Inhumas 2000 0 0 0 0
Total 0 0 0 0
Brasil Tombense 2001 0 0 0 0
Total 0 0 0 0
Brasil Flamengo 2002 0 0 1 0 1 0
2003 35 3 5 0 2 0 0 0 42 3
2004 24 1 7 0 11 2 42 3
2005 33 2 5 0 12 1 50 3
2006 10 1 11 1 7 1 28 3
Total 102 7 28 1 2 0 30 4 162 12
Espanha Espanyol 2006-07 20 2 4 1 24 3
2007-08 9 0 9 0
Total 29 2 4 1 33 3
Brasil Flamengo 2008 13 0 2 0 10 0 25 0
2009 0 0 9 1 9 1
Total 13 0 0 0 2 0 19 1 34 1
Brasil Botafogo 2009 18 0 4 0 22 0
Total 18 0 4 0 22 0
Brasil Figueirense 2011 11 0 11 0
Total 11 0 11 0
Brasil Boavista 2014 0 0 0 0
Total 0 0 0 0
Brasil Icasa 2014 8 3 8 3
Total 8 3 8 3
Total na carreira 173 9 28 1 12 1 58 8 271 20

Conquistas[editar | editar código-fonte]

Flamengo
Espanyol-Espanha

Referências

  1. ogol.com.br: Dados pessoais de Jônatas
  2. br.sambafoot.com: Detalhes do atleta
  3. globoesporte.globo.com/ Ex-promessas, Morais e Jônatas vivem distantes do clássico
  4. esporte.uol.com.br/ Sevilla conquista bi da Copa da Uefa e iguala feito do Real Madrid
  5. Jônatas aceita proposta e fecha com o Icasa para o Cearense
  6. noticiasco.terra.com.co/ Nos pênaltis, Sevilla fatura bi da Copa da Uefa

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.