Jökulhlaup

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

As chamadas corridas glaciares (tradução literal do Islandês "jökulhlaup") são devidas à erupção de um vulcão sob um glaciar. O gelo sobre o vulcão derrete devido ao calor, formando-se um lago de água no estado líquido coberta por uma capa de gelo. Quando esta capa colapsa ou as águas irrompem pelas barreiras que até então as estancavam, a água corre por montanhas abaixo num curso que pode atingir graus variáveis de destruição. É um género de lahar.

Não é por acaso que se utiliza o termo islandês, já que o sul da Islândia foi já por várias vezes vítima deste género de catástrofe. Mais recentemente, em 1996, o vulcão sob os lagos Grímsvötn pertencentes ao glaciar Vatnajökull entrou em erupção, provocando cheias no rio Skeiðará que inundou o Parque Nacional Skaftafell. O Jökulhlaup atingiu um caudal de 45 000 m3s-1, destruindo partes da Hringvegur (estrada n.º 1). Depois das inundações, podiam ser vistos alguns icebergs de 10 m de altura nas margens do rio, onde a corrida glaciar os tinha deixado (ver também Mýrdalsjökull).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]