Júlia Feldens

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Janeiro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.


Júlia Feldens
Nome completo Maria Júlia Feldens
Nascimento 5 de maio de 1978 (36 anos)
Lajeado, Rio Grande do Sul,  Brasil
Ocupação atriz
IMDb: (inglês)


Maria Júlia Feldens (Lajeado, 5 de maio de 1978) é uma atriz brasileira.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Júlia deixou a cidade de Lajeado, no interior do Rio Grande do Sul, aos 18 anos. Trancou o primeiro ano da faculdade de psicologia, que cursava em Santa Cruz do Sul, para fazer uma oficina com o diretor Gerald Thomas. Logo, o diretor a chamou para fazer a peça Os Reis do Iê-iê-iê, em Curitiba. Após subir ao palco pela primeira vez, Júlia constatou que era aquilo que queria fazer.

Apesar de ter mudado para o Rio de Janeiro, em 1997, foi de São Paulo que surgiu o convite mais do que improvável: interpretar Ofélia, na peça Hamlet, uma produção de Marco Ricca dirigida por Ulisses Cruz. Ofélia é uma das personagens femininas mais importantes da obra de William Shakespeare, ao lado de Julieta e Lady Macbeth.

A porta de entrada para a Globo foi aberta por Ulisses Cruz, que a chamou para "bater texto" com atores da emissora. Na época, Júlia cursava há quatro meses as aulas do diretor Antunes Filho, em São Paulo, e já havia ficado quase um ano em cartaz com Hamlet. A experiência com a obra de Shakespeare a credenciou para ensaiar com alguns atores cotados para "Suave Veneno", novela escrita por Aguinaldo Silva a partir de "Rei Lear", do dramaturgo inglês. Só alguns meses depois é que Júlia foi convidada para fazer o teste para Força de um Desejo. Na verdade, a atriz se preparou para viver a escrava branca Olívia Xavier, que acabou nas mãos de Cláudia Abreu.

Um dos motivos do entusiasmo de Júlia com o papel da romântica Juliana foi contracenar com Selton Mello. O ator, que viveu o personagem Abelardo, noivo de Juliana na novela, é apontado pela atriz como um dos mais talentosos da nova geração. Outra causa foi o fato de "Força de Um Desejo" ser escrita por Gilberto Braga e dirigida por Mauro Mendonça Filho, o que fez a atriz abandonar o curso com Antunes Filho. A telenovela revelou o talento de Júlia, que conseguiu passar uma doçura e um romantismo impressionantes, conquistando para si a simpatia do público.

Em 2000, participou da novela Laços de Família, seu papel de maior destaque na TV, interpretando a menina rebelde e desbocada, Ciça. Em 2001 protagonizou o Brava Gente no caso especial O Comprador de Fazendas, uma adaptação do texto de Monteiro Lobato. Depois participou da novela Coração de Estudante (2002) e da minissérie Um Só Coração (2004).

No cinema, atuou no curta-metragem OFusca, 2002, e em Cristina Quer Casar, 2003.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.