James Marshall Unger

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de J. Marshall Unger)
Ir para: navegação, pesquisa

James Marshall Unger (Cleveland, Ohio, Estados Unidos, 28 de maio de 1947) é um professor de língua japonesa na Universidade do Estado de Ohio. Suas especialidades são a linguística histórica e os sistemas escritos do leste asiático.

Uma das suas principais contribuições de Unger é a demolição da ideia — desenvolvida por Ernest Fenollosa e divulgada pelo poeta Ezra Pound — que todo o carácter escrito do chinês têm um significado (é um ideograma).[1]

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Studies in Early Japanese Morphophonemics (Bloomington: Indiana University Linguistics Club, 1977; 2nd ed. 1993)
  • The Fifth Generation Fallacy (New York: Oxford University Press, 1987)
  • Literacy and Script Reform in Occupation Japan (New York: Oxford University Press, 1996)
  • Ideogram: Chinese Characters and the Myth of Disembodied Meaning (Honolulu: University of Hawai'i Press, 2004)

Notas

  1. Ver discussão do livro Ideogram: Chinese Characters and the Myth of Disembodied Meaning, de J. Marshall Unger, na LibraryThing.