JFS

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde setembro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.

O JFS (Journaling FileSystem) é um sistema de arquivos desenvolvido pela IBM, disponível em licença open source, com o intuito de ser utilizado nos "UNIXes" que a IBM vendia. Além de possuir journal, ele permite que as partições do sistema sejam redimensionadas sem que seja necessário desligar o computador.

O sistema de arquivos JFS também usa a estrutura inode para armazenar a localização dos blocos de cada arquivo nas estruturas físicas do disco, a versão JFS2 armazena esses inodes em uma árvore binária para acelerar o acesso a essas informações. Esses blocos podem variar de 512 a 4096 bytes, e a alocação dos inodes é feita conforme é necessário.

Entretanto, inicialmente o JFS sofreu uma perda de credibilidade devido a constantes instabilidades e defeitos, caso este que atualmente encontra-se resolvido e assim muito estável.

JFS-Journaling FileSystem[editar | editar código-fonte]

É um sistema de arquivo criado pela IBM, para o sistema operacional AIX, utilizado também para uso no GNU/Linux e posteriormente teve seu código fonte liberado.

Criado para uso de servidores corporativos. Sendo um sistema com estrutura inode, que armazena a localização dos blocos de cada arquivo nas estruturas do disco.

O JFS é formado pelas seguintes estruturas internas:

  • Agregado: matriz de blocos de disco que inclui um superbloco e um mapa de alocação.
  • Fileset: contém as estruturas de controle, sendo O superbloco agregado, o mapa de alocação de disco, o descritor de arquivos, o mapa de inodes, os inodes, os diretórios e as estruturas de endereçamento representam as estruturas de controle ou metadados do JFS.
  • Logs: Os logs do JFS são mantidos em cada agregado e usados para gravar informações sobre operações nos metadados.
  • Journaling: armazena em logs os metadados.

JFS aloca dinamicamente o espaço para inodes de disco conforme sua necessidade, liberando esse espaço quando deixar de ser requerida. Esse suporte impede que os inodes se localizem em regiões fixas do disco. A versão JFS2 armazena esses I-nodes em uma árvore binária utilizada para acelerar o acesso a essas informações e, conseqüentemente, aumentar a velocidade de acesso aos dados dos arquivos, podem variar de 512 a 4096 bytes.

 ver·editar  Portal do LinuxTux.svg


Arch  · Debian  · Fedora  · Ubuntu  · Mandriva  · Linux Mint  · OpenSUSE  · PCLinuxOS  · Puppy  · Sabayon  · Slackware Linux  · Kurumin  · Big Linux  · Poseidon Linux  · Ekaaty Linux  · DreamLinux