Jacaré-açu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaJacaré-açu
Buberel cayman 3.jpg

Estado de conservação
Status iucn2.3 CD pt.svg
Dependente de medidas de conservação
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Ordem: Crocodylia
Família: Alligatoridae
Género: Melanosuchus
Espécie: M. niger
Nome binomial
Melanosuchus niger
Spix, 1825
Distribuição geográfica
Melanosuchus niger Distribution.png
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Jacaré-açu

O jacaré-açu (Melanosuchus niger) é uma espécie de jacaré exclusiva da América do Sul. Também conhecido como jacaré-negro, é um predador de topo de cadeia alimentar. Exemplares adultos de grandes dimensões podem predar qualquer animal de seu habitat, inclusive outros predadores de topo, como onças, pumas, jiboias e sucuris, se forem surpreendidos por esses animais. Normalmente, se alimenta de pequenos animais, como tartarugas, peixes, capivaras e veados. É uma espécie que esteve à beira da extinção, devido ao valor comercial do seu couro de cor negra e da sua carne. Atualmente, encontra-se protegido e sua população encontra-se estável no Brasil. É a maior espécie de jacaré, podendo atingir até 4,5 metros de comprimento e mais de trezentos quilogramas. Porém já foram encontrados exemplares com mais de 5,5 metros de comprimento e possivelmente meia tonelada de peso.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O termo "jacaré-açu" se origina da língua tupi, através da junção dos termos îakaré ("jacaré") e gûasu ("grande").[1]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Lista Vermelha da IUCN (em inglês) — Melanosuchus niger Acedido em 2 de Abril de 2008.

Ícone de esboço Este artigo sobre Répteis, integrado no Projeto Anfíbios e Répteis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

likçp8iuiouiyu