Jack Skellington

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jack Skellington
Personagem de O Estranho Mundo de Jack
Jack skellington.png
Origem Halloween Town
Sexo Masculino
Inimigo(s) Oogie Boogie
Criado por Tim Burton
Voz Estados Unidos Chris Sarandon[1]
Estados UnidosDanny Elfman[2] (cantando)
Dobragem JapãoMasachika Ichimura
ItáliaRenato Zero
BrasilNelson Machado[3] (primeira versão)
BrasilMarcelo Coutinho (segunda versão)
Primeira aparição O Estranho Mundo de Jack
Projecto Banda desenhada  · Portal Cinema
Portal Televisão

Jack Skellington (Jack Esqueleto, no Brasil e em Portugal) é o protagonista no filme da Disney de 1993, O Estranho Mundo de Jack de Tim Burton. Jack é o "rei das abóboras" de Halloween Town e vive em um mundo de fantasia baseado unicamente no feriado de Halloween. Sua aparência usual é de um esqueleto vestido com um terno listrado preto e uma gravata borboleta parecida com um morcego, mas há alguns pontos nos quais ele se veste todo como um espantalho com uma abóbora na cabeça. Seu último nome é um trocadilho com esqueleto. Ele tem um cão fantasma de estimação chamado Zero, que tem um nariz pequeno e brilhante que parece um Jack-o'-lantern. Seu interesse amoroso é Sally, uma boneca de pano criada por Dr. Finklestein.

Em O Estranho Mundo de Jack[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.
Chris Sarandon, dublador de Jack Skellington em o O Estranho Mundo de Jack.

Jack Skellington é o espírito representativo do Dia das Bruxas, assim como o Papai Noel e o Coelhinho da Páscoa para o Natal e a Páscoa. Como um esqueleto vivo, ele é imortal e pode remover partes de seu corpo sem danos, como demonstrado muitas vezes, para o alívio cômico. Ele é o mais importante de muitos espíritos do Halloween, com o trabalho de assustar as pessoas no mundo real, na noite de Halloween.

O filme começa com o grande final da celebração de Halloween de Halloween Town, e com Jack Skellington entrando dramaticamente como o Rei das Abóboras. Jack, no entanto, está cansado de comemorar o Halloween todos os anos, e anseia encontrar um novo feriado para celebrar. Ele vagueia no cemitério e depois pela floresta com seu cão fantasma, Zero.

Acidentalmente andando pela trilha na floresta, Jack se depara com um lugar na floresta cujo qual ele nunca havia visto antes, lá ele encontra várias árvores com portas que levam a cidades onde se comemoram feriados diferentes. Jack fica fascinado pela porta em forma de árvore de Natal e abre-a, encontrando a Cidade do Natal.

Jack encanta-se pelo feriado de Natal, e com pouco sucesso, ele tenta explica-lo aos cidadãos de Halloween Town. Depois de obsessivamente realizar pesquisas, ele decide que este ano os cidadãos de Halloween Town irão comemorar o Natal. Sally, por outro lado, tem uma premonição de que seus planos para o Natal vão ser um desastre. Ela tenta avisá-lo, mas Jack está muito obcecado em "seu" Natal para ouvir suas advertências e educadamente rejeita seu medo.

A premonição de Sally estava certa: Sem entender o "espírito de Natal" os cidadãos de Haloween Town criam um Natal macabro ao invés de alegre. Jack, vestido como Papai Noel ("Papai Cruel" como Jack chama-o) ao invés de trazer alegria traz terror para as crianças do mundo real. Querendo que "Papai Cruel" descanse, Jack tinha ordenado que três crianças travessas, Lock, Shock e Barrel, trouxessem "Papai Cruel" à Haloween Town. No entanto, eles acabam por levar a figura de natal até Oogie Boogie, um bicho-papão que tenciona fazer da vida de Pai Natal um jogo de azar, passatempo habitual do monstro. Sally tenta resgatar o Pai Natal depois de descobrir que as forças militares estão planejando acabar com Jack, mas ela também é capturada. Ao entregar presentes, Jack é derrubado pelos militares e cai em um cemitério. Ao perceber os seus erros, sua crise de identidade vem e Jack reafirma-se como o rei da abóbora.

Determinado a acertar as coisas, Jack retorna para Halloween Town, onde ele descobre que o Pai Natal está preso junto de Oogie e que Sally também está lá. Ele consegue resgatar Pai Natal e Sally, e derrota Oogie Boogie. Pai Natal volta ao mundo real para salvar o Natal e, como um sinal de agradecimento e sem ressentimentos, dá Halloween Town um gostinho do verdadeiro "espírito do Natal", cumprindo o desejo de Jack. Ao ver que o criador de Sally, Dr. Finklestein, substituiu Sally (isso se deu ao seu aborrecimento com que ela escapa frequentemente e por sugestão da própria Sally), Jack segue Sally até o cemitério. Lá, ela pára na Colina Espiral, que é coberta de neve branca fantasmagórica. Jack revela seu amor por ela, e o filme termina com os dois se abraçando ao luar.

O CD da trilha sonora oficial contém um epílogo não no filme, afirmando que "muitos anos depois" Pai Natal voltou para Halloween Town para visitar Jack, onde ele descobriu que Jack tinha "quatro ou cinco filhos esqueleto na mão" que tocam juntos em uma banda de xilofone. Dado o fim do filme, pode-se supor que esses filhos são de Jack e Sally.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Nos Video Games[editar | editar código-fonte]

The Nightmare Before Christmas: The Pumpkin King[editar | editar código-fonte]

Jack Skellington visivelmente tem uma rivalidade com Oogie Boogie. Oogie faz planos para destruir Halloween Town e faz de refém Sally, criação do Dr. Finklestein. Depois que Jack sabe do seqüestro de Sally, ele tentará salvar Sally e Halloween Town. Jack derrota Oogie ao confrontá-lo, depois de tudo ele manda Oogie para sua toca subterrânea. Tendo derrotado Oogie Boogie e salvo Sally (demonstrando seu interesse amoroso nela), a cidade declara Jack "Rei das Abóboras" , o rei do Halloween e de todas as coisas assustadoras.

The Nightmare Before Christmas: Oogie's Revenge[editar | editar código-fonte]

Cansado de usar os mesmos temas no Halloween, Jack Skellington procura o Dr. Finkelstein, que lhe dá o Robber Soul, uma invenção que muda de forma. Jack decidiu deixar Halloween Town para obter novas idéias para sustos no Halloween. Quando Jack chega de volta à cidade, ele descobre que Oogie Boogie foi ressuscitado. Agora Jack tem de acertar as coisas novamente. Jack dança, luta, e canta neste jogo para atacar os servos de Oogie Boogie.

Série Kingdom Hearts[editar | editar código-fonte]

Jack Skellington aparece em quatro jogos da série. Ele habita o mundo de Halloween Town, onde os Heartless malvados ameaçam seus habitantes. Os protagonistas da série, Sora, Pato Donald e Pateta, se torna amigos de Jack e, juntos, lutam contra os Heartless e também contra Oogie Boogie. Em combate, Jack usa alguns de seus poderes assustadores e faz demonstrações de poderes mágicos, tornando-o um feiticeiro formidável. Chris Sarandon novamente dubla-o na versão em Inglês, e Masachika Ichimura dubla a voz japonesa de Jack.

Kingdom Hearts[editar | editar código-fonte]

Jack Skellington se apresenta a Sora, Pateta e Pato Donald como o governante de Halloween Town. Jack planeja usar o coração que Dr. Finklestein criará (pedido feito por ele mesmo), para controlar os Heartless aparentemente dóceis para fazer um festival chamado "Heartless Halloween", de modo que o Halloween possa ser assustador, mas a idéia falha e Oogie Boogie rouba o coração, e planeja usá-lo para assumir Halloween Town. Na mansão de Oogie, Jack, Sora, e sua turma enfrentam-no. Depois de Oogie ser derrotado, Jack descobre que Oogie usa orbs escuros como sua fonte de vida, Oogie se combina com sua mansão para se tornar um "chefão" gigante. Uma vez que eles derrotam Oogie mais uma vez, e sua mansão desaba, é revelado a fechadura de Halloween Town. Jack é consideravelmente menor neste jogo do que como ele apareceu no filme, embora, ele ainda é bastante alto quando comparado com os protagonistas do jogo.

Kingdom Hearts: Chain of Memories[editar | editar código-fonte]

Quando Jack Skellington queria perguntar ao Dr. Finkelstein o que aconteceria se ele cheirasse a poção que pode trazer "memórias verdadeiras", Heartless aparecem. Quando Jack Skellington descobre que Oogie Boogie roubou a poção do Doutor ele, Sora e sua turma agora devem pará-lo antes que Oogie beba a poção inteira. Eles não conseguem alcançá-lo antes que ele beba, mas eles o derrotam, Oogie torna-se sobrecarregado com o medo, um efeito colateral da poção. Sora fica preocupado com o que vai acontecer quando ele descobrir suas "memórias verdadeiras", mas Jack garantiu a ele que o medo é um sinal de um coração forte.

Kingdom Hearts 358/2 Days[editar | editar código-fonte]

Neste jogo, Roxas chega à Halloween Town, enquanto Jack está no meio de um busca de soluções para o Halloween. Jack está tendo problemas com inspiração, mas tem inspiração quando vê Roxas correndo em um corredor escuro. Várias vezes, as aventuras de Roxas em Halloween Town inspiram Jack para criar coisas como balões cheios de aranhas, abóboras congeladas explosivas, e lanternas de Halloween. Quando Roxas é enviado para descobrir a causa de uma queda terrível na população de heartless, ele encontra a cidade invadida por monstros chamados Tentaclaws. Depois de ver Roxas derrotar a fonte dos Tentaclaws, o canibal Leechgrave. Jack inventa uma terrível versão de Roxas para ser sua peça central do Halloween.

Kingdom Hearts II[editar | editar código-fonte]

Jack tenta tomar lugar de Papai Noel novamente. Para esse fim, Jack pergunta a Sora e sua turma se eles podem ser guarda-costas do Papai Noel. Mas, depois de lutar contra os Heartless e Oogie Boogie, que foi ressuscitado por Malévola, Papai Noel explica a Jack que cada um tem um trabalho a fazer com os seus respectivos feriados. Apesar disso, ele começa a usar um traje igual ao do Papai Noel costurado por Sally. Na segunda viagem à Halloween Town, Jack ainda veste a roupa de Papai Noel, ainda sonhando em entregar presentes de Natal e também porque ele acha que seria rude se não usasse o traje no qual Sally trabalhou tão duro. Junto com Sora e sua turma, ele ajuda a derrotar o experimento de Doctor Finkelstein, que roubou presentes de Natal do Papai Noel em busca de um coração. Como recompensa por todo o seu trabalho duro e sua ajuda, Papai Noel leva Jack pra um passeio em seu trenó. Depois de Noel levar Jack para fora de Halloween Town, Jack aprende o verdadeiro significado do Natal, compreendendo o ato de doar. No final, ele dança com Sally e agradece por todos os presentes que ela tinha dado a ele e diz que gostaria de lhe dar algo em troca. Ela diz a ele que o melhor presente que ela poderia pedir é estar com ele. Jack responde dizendo que ele também não tem nada a pedir, o que significa que Jack sente o mesmo por ela. Durante uma cena nos créditos finais, ele mostra-se vestindo seu traje habitual, sugerindo que ele tenha seguido o primeiro conselho do Papai Noel, e, aparentemente, começa a pensar em novas idéias para o próximo Halloween.

Disneylândia[editar | editar código-fonte]

Uma vez por ano na Disneylândia durante as férias, a Haunted Mansion é ocupada pelo elenco de O Estranho Mundo de Jack e isso foi transformado em um feriado chamado Haunted Mansion Holiday. Jack e os outros personagens aparecem ao longo do passeio vestindo trajes de Natal. Mais uma vez, Chris Sarandon fornece sua voz para o personagem.

Ele também aparece nos parques e resorts Walt Disney.

Participações especiais[editar | editar código-fonte]

Jack faz participações especiais em vários outros filmes dirigidos por Tim Burton.

Em Vincent, Jack aparece como um dos imaginisms fantasmáticos do personagem principal Vincent, durante o minuto final do curta-metragem.

Durante o clímax de Beetlejuice, a cabeça de Jack aparece na parte superior do chapéu de Beetlejuice, quando ele se transforma em uma criatura do tipo carrossel.

Durante a cena de abertura de A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça, o traje de espantalho de Jack pode ser visto.

Em Alice no País das Maravilhas o rosto de Jack podem ser visto no lenço do Chapeleiro Maluco.

Durante a cena de abertura de Big Fish, o rosto de Jack é refletido em uma das iscas de pesca.

Durante a cena da fábrica de biscoitos em Edward Mãos de Tesoura o misturador se parece com Jack.

Ele aparece também em filmes dirigido por Henry Selick.

Em James e o Pêssego Gigante, Jack aparece como o capitão, no cenário dos piratas. Ao vê-lo, o Centipede diz "É um Skellington (esqueleto, na versão brasileira)...".

Jack também aparece em outros filmes da Disney. Uma silhueta de Jack é mostrada em A Princesa e o Sapo como uma das sombras, invocação de Dr. Facilier.

O rosto de Jack Skellington fez uma aparição em um capacho no primeiro volume da graphic novel Lenore, série criada por Roman Dirge.

Jack aparece em um episódio de The Critic numa paródia curta chamada "The Nightmare Before Chanucá", feito no estilo boneco o mesmo do que o filme original. Nesta paródia, Jack veste uma roupa vermelha, em vez de seu habitual terno preto e listrado.

Jack também aparece no Frango Robô do Adult Swim encontrando "ChanukkaTown" e lá ele vê as crianças abrindo os presentes, mas descobrem que são apenas meias e lápis para seu primeiro dia de Chanucá.

Jack também aparece no fundo de um filme feito para TV de South Park chamado "Imaginationland".

Na cultura popular[editar | editar código-fonte]

Na música "I Miss You" da banda estadunidense de rock Blink 182 há um trecho da música onde é dito: "We can live like Jack and Sally if we want, Where you can always find me, And we'll have Halloween on Christmas ..." (Podemos viver como Jack e Sally se nós quisermos, Onde você sempre pode me encontrar, E teremos o Halloween no Natal).[4]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Jamie Frater acrescenta: "Jack é perfeitamente realizado como o 'herói da cidade' que procura mais em sua vida (ou morte, como seja), um lugar em que todos nós nos encontramos tempo ao tempo.[5] O site UGO Networks listou Jack como o 41º colocado de um Top 100 dos melhores heróis de todos os tempos.[6] E Jack ficou com a 25ª colocação no Top 25 dos melhores heróis e heroínas da Disney na publicação feita pelo site Ultimate Disney.[7]

Referências

  1. O Estranho Mundo de Jack (em português) AdoroCinema. Visitado em 27 de outubro de 2011.
  2. Bogdanov, Vladimir; Woodstra, Chris; Erlewine, Stephen Thomas. All Music Guide: The Experts Guide to the Best Recordings. [S.l.]: Backbeat Books, 2001. ISBN 0879306270.
  3. A voz de Fred Flintstone e Popeye (em português) Tudoeste. Visitado em 27 de outubro de 2011.
  4. I Miss You (em português) Letras Terra. Visitado em 27 de outubro de 2011.
  5. Frater, Jamie. The Ultimate Book of Top Ten Lists: A Mind-Boggling Collection of Fun, Fascinating and Bizarre Facts on Movies, Music, Sports, Crime, Celebrities, History, Trivia and More. [S.l.]: Ulysses Press, 2009. p. 380. ISBN 1569757151.
  6. UGO Team (21 de janeiro de 2010). Best Heroes of All Time (em inglês) UGO Networks. Visitado em 23 de fevereiro de 2012.
  7. The Top Disney Heroes & Heroines Countdown (em inglês) Ultimate Disney (Maio de 2005). Visitado em 23 de fevereiro de 2012.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]