Jacques Alexandre Cesar Charles

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jacques Alexandre Cesar Charles
Química
Nacionalidade França Francês
Nascimento 12 de Novembro de 1746
Local Beaugency
Morte 7 de Abril de 1823 (76 anos)
Local Paris
Atividade
Campo(s) Química
Instituições Conservatoire national des arts et métiers

Jacques Alexandre Cesar Charles (Beaugency, 12 de Novembro de 1746Paris, 7 de Abril de 1823) foi um físico, inventor e químico francês. Foi o primeiro a fazer voar um balão a gás, em 1783.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Como muitos cientistas da época, Jacques Charles dedicou-se a diversas disciplinas. Especializando-se em trabalhos sobre os gases, estudou com particular interesse a densidade e o poder de dilatação dos mesmos. Ele confirmou o resultado de Henry Cavendish sobre o hidrogênio, que é quatorze vezes mais leve que o ar.

Em 1787, ele foi o primeiro a formular a "lei de dilatação dos gases", mas não publicou as suas pesquisas e foi somente quinze anos mais tarde, em 1802, que o químico Joseph Louis Gay-Lussac as compilou e as comparou aos seus próprios resultados para formular a lei que leva o seu nome. A fórmula que relaciona a pressão e a temperatura de um gás ideal a volume constante, no entanto, leva o nome de Lei de Charles.

Foi eleito para a Academia de Ciências da França em 1785, e posteriormente se tornou professor de física.

O inventor[editar | editar código-fonte]

Charles sabia produzir o hidrogênio e experimentava em suas aulas a força ascensional deste gás insuflando bolhas de sabão . Quando a notícia da experiência feita em Annonay pelos irmãos Montgolfier com globos voadores se propagou, ele sabia que poderia tirar proveito de hidrogênio para elevar os homens no ar.

O geólogo e vulcanólogo Barthélemy Faujas de Saint-Fond lançou uma subscrição para financiar a construção de um balão, chamado de "globo" à época, que reuniu 10.000 libras. Após a chegada de Etienne Montgolfier a Paris, Saint-Fond lançou uma nova subscrição.

Jacques Charles fez construir por John e Anne Marie Noël Robert, construtores de aparelhos de precisão, uma globo feito de seda impermeabilizada por um verniz à base de borracha. Tratava-se de um pequeno balão esférico de 4m de diâmetro e um volume de 33m³. Ao invés do ar quente usado pelos irmãos Montgolfier, ele usou o hidrogênio, muito mais leve que o ar. Ele produziu uma grande quantidade de hidrogênio derramando ácido sulfúrico em limalha de ferro.

O balão começou a ser inflado em 24 de agosto de 1783, operação que durou quatro dias. Em 27 de agosto de 1783, o balão decolou do Campo de Marte (Paris) e viajou 16 km até Gonesse.

O aeronauta[editar | editar código-fonte]

A competição inicia-se entre os irmãos Montgolfier e Charles. As montgolfieiras e as charlieiras fazem sucesso. Em 19 de setembro teve lugar uma demonstração de Étienne com animais, e 21 de novembro o primeiro voo com humanos, ocasião em que um balão de ar quente decolou com Jean-François Pilâtre de Rozier e o Marquês d'Arlandes.

Enquanto isso, Charles e os irmãos Robert fabricaram um balão capaz de transportar duas pessoas, com um volume de 380m³. Foi Charles quem projetou os equipamentos instalados nos balões de gás ainda hoje: o cesto de vime, a válvula, a rede e as suspensões, a pilotagem por meio de lastro.

Em 1 de dezembro 1783, ou seja, dez dias mais tarde, o balão inflado com gás hidrogênio decolou com Charles e Robert Noel no Jardim das Tulherias. O balão voou por duas horas e aterrissou em Nesles depois de viajar 36 km.[1] O Duque de Chartres e o Duque de Fitz-James seguiram a cavalo a aeronave e lavraram a ata. O balão atingiu a altura de 3.300 m, medida com precisão com a ajuda de um barômetro. Portanto Charles também inventou o altímetro. O voo deu a Charles uma grande popularidade, mas ele nunca mais voou.

Charles casou-se com uma mulher muito mais jovem que ele, Julie Bouchaud des Hérettes (1784-1817).

Referências


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) químico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.