Jacques Bertin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bertin in Porquerolles, 1971.

Jacques Bertin (27 de Julho, 1918 – 3 de Maio, 2010) é um cartógrafo e teórico francês, conhecido por seu livro Semiologie Graphique (Semiologia gráfica), editado em 1967. Esse trabalho monumental, baseado em sua experiência como cartógrafo, representa a primeira e mais abrangente tentativa de oferecer uma fundação teórica para a Visualização de Informação.[1] Profissionais e teóricos do design de informação e infografia consideram Bertin um dos teóricos pioneiros mais importantes do design de informação.

Segundo Bertin “a representação gráfica faz parte do sistema de signos que o homem constrói para melhor reter, compreender e comunicar as observações que lhe são necessárias”.

Bertin propôs que a linguagem gráfica poderia ser:

  • Monossêmica - significado único, como o da linguagem matemática e o da representação gráfica mais objetiva (ex. o mapa).
  • Polissêmica - significados múltiplos, como os da linguagem figurativa.
  • Pansemica - infinitos significados, como na pintura abstrata.

Publicações[editar | editar código-fonte]

Jacques Bertin publicou vários artigos científicos sobre mapas, criação de mapas, semiologia e informação gráfica.

  • 1967. Sémiologie Graphique. Les diagrammes, les réseaux, les cartes. With Marc Barbut [et al.]. Paris : Gauthier-Villars. (Translation 1983. Semiology of Graphics by William J. Berg.)
  • 1969. Etude et réalisation d'un dispositift de goniométrie et d'observation de formes d'onde, en large bande.
  • 1976. Experimental and Theoretical Aspects of Induced Polarization. 2 vol. With J. Loes. Berlin : Gebruder. Borntraeger.
  • 1977. Graphique et le traitement graphique de l'information. With Serge Bonin [et al.].
  • 1977. La graphique et le traitement graphique de l'information. Paris : Flammarion, 1977, 273 p. (translation 1981. Graphics and graphic information-processing by William J. Berg and Paul Scott).
  • 1992. Harper atlas of world history. with Pierre Vidal-Naquet. N.Y. : Harper Collins.
  • 1997. Atlas historique universel. Panorama de l'histoire du monde. With J. Devisse, D. Lavallée and J. Népote. Genève : Éd. Minerve, 180 p.
  • 2006. Nuovo atlante storico Zanichelli / sotto la direzione di Pierre Vidal-Naquet ; direzione della cartografia.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Juan C. Dürsteler (2000-08). Interview with Jacques Bertin. Retrieved 23 June 2008.

Links[editar | editar código-fonte]