Jacques Fromental Halévy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jacques Fromental Halévy

Jacques-François-Fromental-Élie Halévy (Paris, 27 de maio de 1799Nice, 17 de março de 1862), conhecido como Fromental Halévy, foi um compositor francês.

É hoje amplamente conhecido pela sua ópera La Juive.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Halévy nasceu em Paris, filho de um cantor, Elie Halfon Halévy, secretário da comunidade judaica de Paris, escritor e professor de hebraico, francês e de uma mãe judia.

Entrou no Conservatório de Paris com nove anos de idade, em 1809, tornando-se aluno e, mais tarde protegido de Cherubini.

Halévy foi mestre de coro no Théâtre Italien, enquanto lutava para conseguir realizar uma ópera. Foi nomeado professor do Conservatório de Paris em 1827 e membro em 1836 - depois secretário perpétuo em 1854 - da Academia das Belas-Artes.

Halévy morreu em Nice, deixando a sua última ópera, Noé, inacabada. Foi concluída por seu genro, Georges Bizet, mas apenas foi executada 10 anos depois da sua morte.

Obras[editar | editar código-fonte]

Halévy escreveu cerca de quarenta óperas, incluindo:

Halévy também escreveu para o balé, forneceu música de cena para uma versão francesa do Prometeu Acorrentado, de Ésquilo, e escreveu cantatas.

Família Halévy[editar | editar código-fonte]

  • Léon Halévy, (irmão) foi escritor e historiador, escreveu uma biografia precoce de seu irmão e era o pai de
  • Ludovic Halévy, libretista francês de muitas óperas, incluindo Carmen de Bizet.
  • Léonie, a esposa de Halévy, teve sérios problemas mentais durante seu casamento, sofreu uma notável recuperação depois de sua morte e se tornou uma talentosa escultora (ela era 20 anos mais nova que ele).
  • Geneviève sua filha casou com o compositor Bizet, que tinha sido um dos alunos de Halévy no Conservatório. Depois da morte de Bizet, relacionou-se com Delaborde, o filho de Charles-Valentin Alkan, e finalmente Geneviève casou com um banqueiro Rothschild ligação que se tornou um líder recepcionista parisiense. Entre os convidados das soirées estava o jovem Marcel Proust, que a utilizou como modelo da Duquesa de Guermantes no seu épico Em Busca do Tempo Perdido.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Léon Halévy, F. Halévy, sa vie et ses oeuvres, Paris (1863).
  • Ruth Jordan, Fromental Halévy, his Life and Music 1799-1862, Londres(1994). ISBN 1-871082-51-X

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Accordrelativo20060224.png Este artigo sobre um(a) músico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.