Jaime II de Urgel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Jaime II de Urgel (Balaguer, 1380 - Xàtiva, 1433), foi conde de Urgel, visconde de Áger, barão de Antillón, de Alcolea de Cinca e de Fraga. Exerceu o Vice-reinado da Catalunha entre 1407 e 1410 durante o reinado de Martim I de Aragão (1396-1410), que em 1408 o nomeia lugar-tenente general de Aragão, cargo que no entanto nunca chegou a desempenhar.

Com a morte de Martim “o Humano” em 1409, o herdeiro do trono de Aragão Martim “O Jovem”, nomeia-o procurador e governador-geral, acto que foi entendido como um reconhecimento à sua eventual condição de herdeiro da coroa.

Pouco depois de proceder a esta nomeação, e debaixo da pressão do bispo de Saragoça Martim procedeu à anulação da nomeação que fizeram. Este acto levou a que em 1410 quando Martim “o Jovem” morre o reino ficasse sem herdeiro legitimo.

Assim surgiram seis candidatos ao trono livre procurando a Coroa de Aragão, entre eles encontra-se Jaime II de Urgel. Este problema só se resolveria com o chamado Compromisso de Caspe de onde Jaime saiu derrotado por ser eleito Fernando de Trastámara que viria a reinar com Fernando I de Aragão, sobretudo devido à sua astúcia política e que alcançou o culminar da má fé com o assassinato do bispo de Saragoça.

Devido às influências da sua mãe nunca reconheceu como rei Fernando I de Aragão tendo mesmo a levantar-se em armas contra o monarca. Foi derrotado em Castefrorite e em Montearagón, sendo obrigado a refugiar-se no Castelo de Balaguer onde sofreu o assédio das tropas reais até que acabou por se render no dia 31 de Outubro de 1413. Foi condenado e os seus bens foram confiscados, sendo em seguida enviado para a prisão de Teruel, em Castela, onde em Játiva, acaba por morrer.

Relações familiares[editar | editar código-fonte]

Foi filho de Pedro II de Urgel e de Margarita de Montferrat herdou de seu pai o condado de Urgel de onde foi o último conde. Casou em 29 de Junho de 1407 em valência com Isabel de Aragão e Fortiá, filha de Pedro IV de Aragão “o Ceremonioso” e irmã de Martim I “O humano”, de quem teve:

  1. Infanta Isabel de Urgel, casada com Pedro, Infante de Portugal, Duque de Coimbra.
  2. Infanta Leonor de Urgel, casada com Raimon Orsini.
  3. Infanta Juana de Urgel, casada com João III de Foix e em segundos núpcias com João Ramón Folc de Cardona.
  4. Infante Felipe de Urgel.
  5. Infanta Catalina de Urgel.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre História da Espanha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.