Jamaicanos de ascendência africana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jamaicanos de ascendência africana
Bob-Marley-in-Concert Zurich 05-30-80.jpgMarcus Garvey 1924-08-05.jpg
Jamaicanos notáveis de ascendência Africana:
Bob Marley
Marcus Garvey
População total

Aprox. 2.5 milhões
76.3% população da Jamaica[1]

Regiões com população significativa
 Jamaica
Diáspora jamaicana:
 Estados Unidos 910,979 + -
 Reino Unido 500,000 + -
 Canadá 231,110 + -
Línguas
Jamaican Patois, Jamaican English
Religiões
Cristianismo, Islão, Rastafari, outros
Grupos étnicos relacionados
Afro-americanos, Black British, Negros canadenses

Jamaicanos de ascendência africana, ou Afro-jamaicanos, são cidadãos da Jamaica cuja ascendência repousa no continente da África, especificamente África Ocidental. Até o início dos anos 1690 a população da Jamaica, foi igualmente mista relativamente entre brancos e negros. Os primeiros africanos a chegar, vieram em 1513 da Península Ibérica após terem sido tomados da África Ocidental pelos espanhóis e os portugueses.

Eram criados, vaqueiros, pastores de gado bovino, porcos e cavalos, bem como caçadores. Quando os ingleses capturaram a Jamaica em 1655, muitos deles, que lutaram com os espanhóis receberam a sua liberdade e, em seguida, fugiram para as montanhas resistindo aos britânicos por muitos anos para manter a sua liberdade, tornando-se conhecida como Maroons (em português quilombos).

Jamaicanos notáveis de ascendência africana[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências