James Curtis Hepburn

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Estátua de James Curtis Herburn.

James Curtis Hepburn (13 de março de 1815 em Milton, Pensilvânia11 de junho de 1911 em East Orange, New Jersey) foi um médico que se dedicou ao serviço missionário e ficou famoso por popularizar um sistema de transliteração para a língua japonesa conhecido como Sistema Hepburn, apesar de não ter sido seu criador.

História[editar | editar código-fonte]

Hepburn frequentou a Universidade de Princeton e a Universidade da Pennsylvania se formando como médico. Então, ele decidiu ir para a China como um médico missionário, porém teve que permanecer em Singapura por dois anos devido à Guerra do Ópio que fez fechar os portos chineses para embarcações estrangeiras. Depois de 5 anos como missionário, ele retornou aos Estados Unidos, em 1845, e abriu um consultório médico na cidade de Nova York.

Em 1859, ele decidiu ir ao Japão como médico missionário. Lá, ele abriu uma clínica em Kanagawa e depois uma escola, a Hepburn School, da qual surgiu a Universidade Meiji Gakuin (明治学院大学). Ele também começou a compilação de um dicionário de Japonês-Inglês que foi publicado em 1867.

A terceira edição de seu dicionário, publicada dem 1887, usou uma forma revisada de transliteração criada por uma sociedade de entusiastas da escrita japonesa em alfabeto latino. Esta forma de transliterção é agora conhecida como Sistema Hepburn e sua invenção é erroneamente atribuida a James Curtis Hepburn. Ele foi, entretanto, o maior responsável por sua popularização. Hepburn também contribuiu para uma tradução da bíblia para japonês.

Hepburn retornou aos Estados Unidos em 1892 e morreu em East Orange, Nova Jersey no junho de 1911 aos 96 anos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.