James Edward Quibell

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

James Edward Quibell (11 de novembro de 1867 - 5 de Junho de 19351 ) foi um egiptólogo britânico, nascido em Newport (Shropshire). Quibell tornou-se conhecido pelo seu trabalho nas tumbas reais do Vale dos Reis, no Egito.

Estudos e trabalhos[editar | editar código-fonte]

Quibell estudou no Adams' Grammar School e na Christ Church (Oxford). Ele sempre foi fascinado por antigüidades e se ofereceu para ser pupilo do Professor William Matthew Flinders Petrie, com quem ele trabalhou em: Coptos em 1893, Nagada, Buleas, Tebas, El Kab, e Hieracômpolis, por vários anos.

Após seis meses de estudo na Universidade Humboldt de Berlim, ele foi nomeado para a comissão de catalogalização (Catalogue Commission) do Museu Egípcio e em 1899 tornou-se um inspetor no grupo do Departamento de Antigüidades, tendo como colega o famoso Howard Carter.

Ele trabalhou em Saqqara, no Vale dos Reis, onde descobriu a tumba de Yuia e Tuiu em 1905, e em Hieracômpolis, onde, juntamente com outras descobertas, sua equipe descobriu a famosa Paleta de Narmer em 1898. Nesse mesmo ano, ele foi nomeado Inspetor do Serviço de Antigüidades da região do Delta e do Médio Egito. Ele, mais tarde, trabalhou no cargo de diretor do Museu Egípcio (1914-23) e como Secretário-Geral do Serviço de Antigüidades desde 1925 até a sua aposentadoria.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Dennis C. Forbes, Quibell at Hierakonpolis, KMT, Fall 1996 p.54
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.