James Last

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
James Last 2006

James Last (nome artístico de Hans Last), nasceu em 17 de abril de 1929, em Bremen, Alemanha. É um compositor, arranjador e regente de orquestra de grande sucesso na Europa e em todo o mundo.

Last aprendeu a tocar piano ainda criança, mas mudou para o baixo elétrico na adolescência. Com 14 anos entrou na Escola de Música Militar em Buckeburgo, da Alemanha. Depois do fim do nazismo foi incorporado na Radio Bremen Dance Orchestra de Hans-Gunther Oesterreich, em 1946. Em 1948, tornou-se líder do The Last-Becker Ensemble, onde atuou por sete anos. Durante este período foi eleito como o melhor baixista de seu país por três anos consecutivos (1950 - 1952). Depois da dissolução do grupo, tornou-se arranjador da Polydor Records, como também de diversas emissoras de rádio europeias. Na década seguinte realizou muitos arranjos para hits de artistas como Helmut Zacharias, Freddy Quinn, Lolita, Alfred Hause e Caterina Valente.

Suas primeiras gravações foram feitas com a Orquesta Orlando, usando seu nome real Hans Last, e posteriormente lançou seu primeiro álbum, Non-Stop Dancing, como James Last, em 1965, uma gravação de diversas canções populares arranjadas em sequência e com um ritmo dançante a alinhavar o conjunto. Foi um sucesso que o ajudou a se tornar um grande astro da música europeia. Nas quatro décadas seguintes, Last realizou mais de 190 álbuns diferentes, incluindo muitos volumes no estilo Non-Stop Dancing. Nestas gravações encontram-se canções de diferentes países e culturas, contando com participações de Richard Clayderman e Astrud Gilberto, por exemplo. Também teve um programa na TV nos anos 70 onde recebia convidados como ABBA e Lynsey de Paul.

Embora o sucesso de seus concertos e gravações tenha sido contínuo, especialmente na Inglaterra, onde 52 de seus álbuns se tornaram hits entre 1967 e 1986, o que o coloca atrás apenas de Elvis Presley em termos de número de discos mais populares, só duas de suas canções individuais foram hits - The Seduction, tema do filme American Gigolo (1980), e Biscaya, do álbum de mesmo nome. Sua canção The Lonely Shepherd, escrita por ele e interpretada por Gheorghe Zamfir and The James Last Orchestra, foi incluída na película Kill Bill Vol. 1 (2003), de Quentin Tarantino.

Ele conquistou numerosos troféus e prêmios, dentre eles o Star of the year do Billboard Magazine em 1976, e foi distinguido pela contribuição de sua carreirta como um todo através do troféu alemão Echo, em 1994. Last tem muitos fãs na Europa e em outros lugares. Sua marca-registrada são os arranjos de músicas populares num estilo big-band. Em sua carreira vendeu mais 100 milhões de álbuns.

Na sua vida pessoal, James Last divide seu tempo entre a Flórida e a Alemanha. Passa muito tempo com sua esposa e seu filho, quem também colaboram em sua música.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Produções de James Last: (como Hans Last, Orlando e James Last)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre James Last