Jan Baptista van Helmont

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Van Helmont, pintado por Robert Hooke.

Jean Baptista van Helmont (Bruxelas, 12 de janeiro de 1579Vilvoorde, Flandres, 30 de dezembro de 1644) foi um médico, químico e fisiologista belga.

Vida e obra[editar | editar código-fonte]

Grande defensor da Abiogênese (Geração Espontânea) e da hipótese de Aristóteles, que afirmava a existência de um "princípio ativo" (capacidade de originar seres vivos), van Helmont acreditava que conseguiria "fazer" um ser vivo por meio da matéria bruta.

Seu famoso livro de receitas ensinava como se obter seres vivos a partir do "princípio ativo". Uma receita dizia que se deve misturar uma roupa suja de mulher com germe de trigo e esperar vinte e um dias para obter ratos, sendo verdade que os ratos são atraídos pela mistura.

Principais publicações[editar | editar código-fonte]

  • 1621 - De magnetica vulnerum curatione. Disputatio, contra opinionem d. Ioan. Roberti (...) in brevi sua anatome sub censurae specie exaratam, Paris
  • 1642 - Febrium doctrina inaudita, Antverpiae
  • 1644 - Opuscula medica inaudit
  • 1648 - Ortus medicinae, id est Initia physicae inaudita

Van Helmont era o caçula de cinco filhos de Maria (van) e van Stassaert Christiaen Helmont, um promotor público e membro do Conselho de Bruxelas, que havia se casado no Sint-Goedele igreja em 1567. [ 1 ] Ele foi educado em Leuven , e depois variando inquieto de uma ciência para outra e encontrar satisfação em nenhum, virou-se para a medicina. Ele interrompeu seus estudos, e por alguns anos ele viajou pela Suíça , Itália , França e Inglaterra . Retornando ao seu próprio país, van Helmont obteve um diploma em medicina em 1599 [1] . Ele praticou em Antuérpia, no momento da grande peste em 1605. Em 1609 ele finalmente obteve seu doutorado em medicina. No mesmo ano ele se casou com Margaret van Ranst, que era de uma rica família nobre. Van Helmont e Margaret viveram em Vilvoorde , perto de Bruxelas, e tiveram seis ou sete filhos. [ 1 ] A herança de sua esposa lhe permitiu aposentar mais cedo a partir de sua prática médica e ocupar-se com experimentos químicos, até a sua morte na 30 dez 1644 .

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Pagel, Walter. From Paracelsus to Van Helmont: studies in Renaissance medicine and science. London: Variorum Reprints, 1986.
  • Pagel, Walter. Joan Baptista van Helmont: reformer of science and medicine. Cambridge; New York: Cambridge University Press, 1982.
  • Steffen Ducheyne, Joan Baptiste Van Helmont and the Question of Experimental Modernism, Physis: Rivista Internazionale di Storia della Scienza, vol.43, 2005, pp. 305–332.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikipedia-pt-hist-cien-logo.png Portal de história da ciência. Os artigos sobre história da ciência, tecnologia e medicina.