Jan van Scorel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jan van Scorel
Nascimento 1 de Agosto de 1495
Schoorl
Morte 6 de dezembro de 1562 (67 anos)
Utrecht
Nacionalidade  Países Baixos
Ocupação Pintor
Jan van Scorel, Apresentação no templo, 1530-1540 circa, Viena, Kunsthistorisches Museum.
Jan van Scorel, Maria Madalena, 1528, Amsterdã, Rijksmuseum.

Jan van Scorel (Schoorl, 1 de agosto de 1495 - Utrecht, 6 de dezembro de 1562) foi um pintor, engenheiro e arquiteto holandês do Renascimento.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Van Scorel iniciou seus estudos provavelmente com Jan Gossaert em Utrecht, ou com Jacob Cornelisz em Amsterdã, e viajou bastante, na juventude, sobretudo para Nuremberga e pela Áustria meridional. Neste país completou em 1520 sua primeira obra significativa - o Retábulo de Sippen (chamado Sippenaltar, ou Retábulo da Sagrada Família), para a Igreja de São Martinho, na cidade de Obervellach, na Caríntia. Passou por Veneza, onde foi bastante influenciado por Giorgione. Também importante para a sua formação foram as peregrinações a Roma e pela Terra Santa. Suas experiências em Jerusalém estão presentes em muitas obras da maturidade.

Em 1521 van Scorel regressou a Roma, onde foi recebido pelo papa Adriano VI, de origem holandesa, que o nomeou seu pintor oficial e lhe comissionou numerosas obras incluindo um retrato do próprio Pontífice. Recebe a influência de Michelangelo e Rafael Sanzio, a quem sucede no trabalho do Belvedere, como Conservador.

Após seu retorno aos Países Baixos em 1524 se estabelece em Utrecht, iniciando uma exitosa carreira de pintor e mestre, e também como engenheiro e arquiteto. Considerado o maior nome dos "romanistas" holandeses. Morreu ali, em 1562, legando uma grande quantidade de retratos e retábulos. Muitas delas, entretanto, foram destruídas durante as revoltas iconoclastas de 1566 e as remanescentes hoje se encontram em museus, mormente dos Países Baixos.

Principais obras[editar | editar código-fonte]

  • Retrato de nobre veneziano 1520;
  • Apresentação de Jesus ao templo 1524;
  • O batismo de Cristo 1530;
  • Maria Madalena 1530;
  • Retrato de jovem estudante 1531 (Carol Gertein's Fine Art);
  • Apresentação no tempio (Carol Gertein's Fine Art);
  • Barnabé
  • Retrato de um homem
  • Virgem e o Menino (Museu Nacional de Arte Antiga)

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Painting of Europe. XIII-XX centuries. Encyclopedic Dictionary. Moscou. Iskusstvo. 1999.
  • Biografia em: Los maestros de la pintura occidental, pág. 747. Taschen, 2005, ISBN 3-8228-4744-5

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Jan van Scorel
    Portal A Wikipédia possui o portal: