Janet Yellen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Janet Louise Yellen
Economia
Janet Yellen em 2010
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Nascimento 13 de agosto de 1946 (68 anos)
Local Brooklyn, Nova Iorque
Cônjuge George Arthur Akerlof
Atividade
Campo(s) Economia
Instituições Banco Central Norte-Americano (FED)

Janet Louise Yellen (Brooklyn, Nova Iorque, EUA, 13 de Agosto de 1946) é uma economista e professora norte-americana. Em 9 de Outubro 2013, ela tornou-se a sucessora de Ben Bernanke à frente do Federal Reserve Board (FED), nomeada a partir do 1 de Fevereiro de 2014. Em 6 de Janeiro de 2014 foi aprovada pelo Senado dos Estados Unidos por 56 votos a favor e 26 contra.[1] Janet Yellen começou simultaneamente um mandato de 14 anos como membro do Conselho de Administração que irá expirar em 31 de janeiro de 2024.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Yellen nasceu em uma família judia, em Brooklyn, Nova Iorque, filha de Anna (née Blumenthal) e Julius Yellen, um médico.

Antes da sua nomeação como Vice-Presidente da Reserva Federal, Yellen atuou como Presidenta e Chief Executive Officer da XII Distrito Federal Reserve Bank, em São Francisco. Yellen é professora emérita da Universidade da Califórnia em Berkeley e tem sido um membro do corpo docente desde 1980.

Janet Yellen é membro tanto do Conselho de Relações Exteriores e da Academia Americana de Artes e Ciências. Ela atuou como presidenta da Associação Económica Ocidental, vice-presidenta da American Economic Association e Fellow da Yale Corporation. Janet Yellen formou summa cum laude pela Universidade Brown com uma licenciatura em Economia em 1967, e recebeu seu Ph.D. pela Universidade Yale em 1971.

Professora assistente na Universidade Harvard entre 1971-1976, Yellen era o 'número dois' do Banco Central dos Estados Unidos e serviu como um Economista com o Conselho de Governadores da Reserva Federal em 1977 e 1978, e no corpo docente da London School of Economics 1978-1980. Janet Yellen tem escrito sobre uma grande variedade de questões macroeconômicas, enquanto especializado em causas, mecanismos e implicações do desemprego.[3]

Janet Yellen se despediu de Berkeley por cinco anos a partir agosto de 1994. Ela atuou como membro do Conselho de Governadores do Sistema da Reserva Federal até fevereiro de 1997 e, em seguida, deixou o Federal Reserve para se tornar presidente do Conselho de Assessores Econômicos até agosto de 1999. Ela também presidiu o Comité de Política Económica da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico 1997 - 1999.

Além de sua trajetória acadêmica, desempenhou cargos na Administração como presidente do Conselho de Assessores Econômicos da Casa Branca sob o mandato de Bill Clinton entre 1997 e 1999, antes de sua ampla experiência no âmbito do Federal Reserve.[4]

Yellen é casada com George Arthur Akerlof, um ganhador do Prêmio Nobel economista e professor emérito da Universidade da Califórnia, Berkeley. Seu filho, Robert Akerlof, é professor assistente na Universidade de Warwick.[5]

Caracteristicas e tarefas[editar | editar código-fonte]

Yellen tem sido uma firme defensora das medidas agressivas do Fed para impulsionar a economia dos EUA, à medida que o país se esforçou para sair de uma severa recessão econômica. No fim de 2008, o Fed cortou as taxas de juros para perto de zero e desde então conduziu uma série de programas de grandes compras de títulos com o objetivo de manter os custos de empréstimos baixos.

O resultado tem sido a queda da taxa de desemprego do país, que atingiu 7 por cento em novembro, mínima em cinco anos, enquanto o ritmo de crescimento econômico também acelerou. A principal tarefa de Yellen será guiar o banco central na saída de seu estímulo extraordinário, reduzindo seu atual programa de compra de títulos. O banco central norte-americano reduziu o programa para 75 bilhões de dólares ao mês, ante 85 bilhões, no mês passado.[6]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Senado confirma primeira mulher a dirigir Reserva Federal DN Online, 7 de janeiro 2014
  2. http://oglobo.globo.com/economia/janet-yellen-uma-keynesiana-frente-do-bc-dos-estados-unidos-10308620
  3. http://portugues.notimerica.com/economia/noticia-janet-yellen-presidira-reserva-federal-dos-estados-unidos-apos-alcancar-um-amplo-apoio-no-senado-20140107133557.html
  4. http://www.americaeconomiabrasil.com.br/content/janet-yellen-economista-que-previu-crise-de-2008
  5. http://www2.warwick.ac.uk/fac/soc/economics/staff/academic/akerlof/
  6. http://www.americaeconomiabrasil.com.br/content/senado-dos-eua-esta-pronto-para-confirmar-yellen-no-comando-do-fed

Ligações externas[editar | editar código-fonte]