Jani Allan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Jani Allan (11 de setembro de 1953) é uma jornalista sudafricana. Trabalhava para o jornal The Sunday Times da África do Sul entre 1979 e 1990. Após uma tentativa de assassinato em seu apartamento de Joanesburgo, passou a viver em Inglaterra[1] . Mais tarde mudou-se para os Estados Unidos onde escreveu as suas memórias.

Formou-se na universidade de Witwatersrand.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Em 1987, e numa sondagem de Gallup, foi considerada a "pessoa mais admirada" .

Em Londres trabalhou para jornais como o Evening Standard[2] , The Sunday Times[3] [4] e The Spectator[5] , un magazine político.

Nos Estados Unidos trabalhou para World Net Daily[6] [7] e para emissoras de rádio.

Pessoas entrevistadas[editar | editar código-fonte]

Mangosuthu Buthelezi, Winnie Mandela, Eugène Terre'Blanche, Sol Kerzner, Vladimir Tretchikoff, Walter Battiss, Denis Worrall, Pik Botha, Pieter-Dirk Uys, Rian Malan, Elizabeth Klarer, Taubie Kushlick, Bill Haley, Barry Manilow, Goldie Hawn, Roger Moore, Charlton Heston, Ursula Andress e Oliver Reed.

Vida privada[editar | editar código-fonte]

Esteve casada com Gordon Schachat de 1982 a 1984. Em 2002 viveu com o inventor americano Dr. Peter Kulish, com quem acabaria por casar. Separaram-se ao fim de seis semanas[8] .

Referências

  1. Jani Allan Libel Case: Shadow of violence hung over trial The Independent. 6 de agosto. (em inglês)
  2. Diary-opinion The Independent. 15 de setembro de 1992
  3. Allan, Jani. Men of the Year dinner: Pomp, circumstance and all the Right Stuff. Sunday Times, 22 de abril de 1990. (em inglês)
  4. Allan, Jani. 142nd Royal Caledonian Ball: The dashing white princess. Sunday Times, 27 de maio de 1990. (em inglês)
  5. Jani Allan bites back at 'ferret' The Independent. 22 de agosto de 1992. (em inglês)
  6. The beasts that kill the animals World Net Daily. 14 de agosto de 2004. (em inglês)
  7. 'Rape 2 and call me in the morning' World Net Daily. 7 de agosto de 2004. (em inglês)
  8. 'I'll always be known as the tart who slept with a racist buffoon': The British-born beauty who bewitched the murdered white supremacist Eugene Terreblanche Daily Mail. 16 de abril de 2010. (em inglês)
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) jornalista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.