Jardim Botânico de Oxford

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde Fevereiro de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O Jardim Botânico da Universidade de Oxford é um jardim botânico histórico localizado em Oxford, na Inglaterra. É o mais antigo jardim botânico da Grã-Bretanha e um dos mais antigos jardins de cunho científico em todo o mundo. Foi fundado em 1621 como um "jardim físico" (o termo físico aqui refere-se à Física, denominação antiga da Medicina) ou jardim para cultivo de ervas medicinais. Atualmente contem mais de 8.000 diferentes espécies de plantas em uma área de 1.8 hectares. É uma das mais diversas, embora compacta, coleções de plantas no mundo e inclui espácimes de mais de 90% das famílias de plantas vasculares.

O Jardim é dividido em três partes:

  • o Jardim Murado (Walled Garden), cercado pela muralha de tijolos original do século 17 que abriga a árvore mais antiga do jardim, um teixo inglês, Taxus baccata L.;
  • as Estufas, que permitem o cultivo de precisam de proteção contra os extremos do clima britânico; e
  • a área externa à muralha, entre o Jardim Murado e o Rio Cherwell.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]