Jardin de l'État

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Parte do Jardim do Estado.

O Jardin de l'État ( Jardim do Estado ), anteriormente chamado de Jardín del Rey ( Jardim do Rei ) é o único jardim botânico de Saint-Denis, na ilha de Reunião, no Oceano Índico.

Na sua entrada principal tem um pequeno espaço com dois arcos em pedra e um busto do general do Primeiro Império François Gédéon Bailly de Monthion. Também tem no jardim um busto de de Pierre Poivre e uma fonte Wallace.

História[editar | editar código-fonte]

Foi criado a partir de 1767 pela Companhia Francesa das Índias Orientais. O Jardim do Rei foi um parque público e um centro de aclimatação de plantas importadas com a finalidade de melhorar a agricultura colonial da Ilha de Bourbon, nome da ilha Reunião na época. O Jardim conheceu sua idade de ouro nos princípios do século XIX, quando botânicos como Joseph Hubert, Nicolas Bréon e Jean Michel Claude Richard introduziram plantas recolhidas fora da ilha por especialistas como Pierre Poivre, com a função de cultivar e manter árvores e especiarias.

Em 1825, o jardim tinha mais de 2.000 espécies, quando foram distribuidas mais de 7.000 plantas entre a população da ilha. A partir de 1848, passou a ser usado para festas e exposições, atividades incompatíveis com os objetivos científicos propostos inicialmente. Com a departamentalização em 1948, seu nome foi mudado de "Jardim do Rei" para "Jardim do Estado". Em agosto de 1855 foi inaugurado o Museu de História Natural nas dependências do Jardim.

Árvores[editar | editar código-fonte]

Alguns exemplos de plantas introduzidos no Jardim foram:

Informações complementares[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Guide du jardin de l'État de Saint-Denis, J. Dequaire, Srepen, julho 1984.

Ligação externa[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Jardim do Estado