Jardins Proibidos (2014)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jardins Proibidos
Informação geral
Formato Telenovela
Género Drama, Crime, Mistério, Comédia
Duração ± 50 min
Criador(es) Manuel Arouca
Tomás Múrias
País de origem  Portugal
Idioma original Português
Produção
Produtor(es) Plural Entertainment
Produtor(es) de consulta José Eduardo Moniz
Elenco Vera Kolodzig
Pedro Granger
Luís Alberto
Lurdes Norberto
Rita Salema
Maya Booth
Teresa Tavares
Pedro Górgia
Tema de abertura "Jardins Proibidos", Paulo Gonzo
Tema de
encerramento
"Jardins Proibidos", Paulo Gonzo
Exibição
Emissora de
televisão original
TVI
Transmissão original 8 de Setembro de 2014 - presente
Cronologia
Último
Último
Mulheres
A Única Mulher
Próximo
Próximo

Jardins Proibidos (2014) é uma telenovela portuguesa exibida pela TVI desde 8 Setembro de 2014. Produzida pela Plural Entertainment Portugal, é uma sequela do original homónimo (Jardins Proibidos (2000)). A nova versão mantém também os mesmos autores da original, Manuel Arouca e Tomás Múrias. Esta é a primeira sequela de uma telenovela portuguesa, em Portugal.[1]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O grande amor de Teresa e de Vasco nasceu de uma profunda amizade de juventude. Tinham uma química especial. Amadureceu nas contrariedades que ambos enfrentaram e, apesar de um namoro sério que Teresa teve na Faculdade, ela sempre soube que o seu coração pertencia a Vasco. Com Vasco ela aprendeu a acreditar em si e a lutar contra as adversidades familiares e essa gratidão morará para sempre no seu coração, como a memória do seu primeiro grande amor. Casaram-se, contra a vontade da matriarca Emília e tiveram uma filha, com todos os medos implícitos à consanguinidade. A filha nasceu e uniu-os ainda mais, fazendo com que acreditassem fazer parte de algo maior, uma família só deles, onde o amor e o respeito imperavam. Vasco sempre apoiou a carreira de Teresa e foi pelo facto de ser um pai muito presente, que Teresa pode fazer bancos no Hospital e investir na sua outra paixão: A medicina. Vasco levava a filha, Clarinha na actualidade com 8 anos a praticamente todas as aulas de Ballet, estudava com ela, ia às reuniões de pais, sem nunca julgar Teresa pelas suas ausências profissionais. Vasco é, por isso, muito ligado à filha e os dois têm uma relação de grande cumplicidade. É um pai exemplar e carinhoso. Teresa é uma mãe extremosa e preocupada, sempre um pouco dividida entre a culpa pela falta de tempo para estar com a família e a preocupação com os seus doentes e colegas que dependem dela e não se apercebe bem que tudo isso a afasta de Vasco. Aliás, nenhum dos dois se apercebe que o casamento que começou com um grande amor, agora é apenas uma sucessão de dias rotineiros, sem grande paixão, nem diálogo.
Vasco ama Teresa e recusa-se a admitir que o casamento está em crise.[2]

2ª Fase[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

A partir de Dezembro de 2014, a história principal recebeu reforços no elenco e introduziu novas personagens.
Simão de Jesus (Diogo Infante), um homem bem parecido apesar de ter tido uma vida muito penosa e dolorosa, filho ilegítimo de Emília, bebé que lhe foi roubado com apenas um dia de vida, levado pela antiga caseira, Jacinta. Foi dado como morto por pneumonia com poucos meses aos ouvidos de Emília Ávila, quem o chorou durante meses até que fechou o seu coração de vez ao seu passado e a qualquer outro tipo de emoção. Simão mistura a revolta e um lado rebelde, a um coração generoso e que ainda tem muito amor para dar.[3]
Jacinta De Jesus (Maria do Céu Guerra), uma mulher muito cansada e vivida, foi para casa dos Ávila ainda jovem onde serviu cerca de dez anos. Conheceu Emília ainda menina. Muito fiel à família, foi tentando alertar para certos “perigos” que suspeitava estarem a acontecer dentro do picadeiro, mas só foi levada a sério tarde demais. Foi incumbida de entregar o filho de Emília Ávila a uma instituição de caridade e adopção no norte. Jacinta nunca entregou a criança às irmãs Carmelitas, assim como nunca mais voltou. Registou o bebé como seu filho e de pai incógnito com o nome de Simão.[4]
A chegada destes dois personagens vem acordar um passado enterrado e agitar a vida dos Ávila. Depois da morte de Emília Ávila nas mãos de Simão, um testamento irá criar uma nova guerra na mansão. Vasco e Lena não estão dispostos a partilhar os bens e vão fazer de tudo para que não aconteça.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Elenco Transitório[editar | editar código-fonte]

Novo Elenco[editar | editar código-fonte]

Elenco Infantil[editar | editar código-fonte]

Flashback's[editar | editar código-fonte]

Elenco Adicional[editar | editar código-fonte]

Saídas Prematuras do Elenco[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.
  • Cláudia Oliveira - Inspectora Luísa (Assassinada devido ao envolvimento num caso de tráfico de órgãos)
  • Diana Costa e Silva - Enfermeira Tânia (Casa-se com um inspector da PJ)
  • Diogo Costa Reis - Gonçalo «Gonças» Gama (Vai viver com o pai)
  • Francisco Côrte-Real - Zeca dos Hambúrgueres (Parte em viagem)
  • Hugo Franco - Doutor Pedro (Assassinado pelo marido da enfermeira Tânia)
  • Inês Folque - Mercedes (Assassinada pelo serial-killer)
  • Isabel Medina - Anunciação Antunes (Morre numa explosão violenta provocada por uma fuga de gás)
  • José Carlos Pereira - Tito Trancoso (Foge à polícia devido ao tráfico de estupefacientes)
  • Laura Figueiredo - Agente Natália (Assassinada pelo serial-killer)
  • Leya da Fonseca - Vera Correia (Vai estudar para o estrangeiro)
  • Lourdes Norberto - Emília Ávila (Morre de ataque cardíaco)
  • Lúcia Garcia - Constança (Jornalista assassinada devido ao envolvimento num caso de tráfico de órgãos)
  • Mafalda Matos - Rita Guedes (Assassinada pelo serial-killer)
  • Manuela Jorge - Enfermeira Patrícia (Assassinada pelo serial-killer)
  • Rita Brütt - Raquel Ramos (Envenenada por Aníbal a mando de Lena)
  • Rui Porto Nunes - Diogo Ramos (Parte para Lousã onde vai escrever um livro sobre a história de Raquel, em sua homenagem)
  • Sandra Celas - Amélia Correia (Assassinada pelo serial-killer)
  • Sofia Mota - Concha (Assassinada pelo serial-killer)
Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Audiências[editar | editar código-fonte]

Na estreia, dia 8 de Setembro de 2014, Jardins Proibidos (2014) marcou 16,8% de Rating e 34,3% de Share, sendo uma das melhores estreias em dia de semana, liderando o horário. Inicialmente às 21:30, pouco tempo depois a novela passou a ser exibida a partir das 22h.[6] Após uma primeira semana de liderança absoluta, a novela rapidamente desceu para o 2º lugar e derrubou a liderança obtida por O Beijo do Escorpião (TVI), no mesmo horário. Em Outubro, foi atrasada para o horário das 23h, diminuindo o Rating, mas liderando contra a concorrência.[7]

Média Episódios
exibidos
Rating Share
2014 Setembro 19 13,0% 27,3%
Outubro 23 10,7% 26,2%
Novembro 20 9,4% 25,2%
Dezembro 24 10,2% 26,0%
2015 Janeiro 27 10,7% 26,2%
Fevereiro 24 10,8% 27,4%
Março
...
Total
  • Cada ponto de Rating equivale a 95.000 espetadores

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • O 1º episódio da novela foi exibido dentro de uma outra novela. Esta é a primeira vez, em Portugal, que uma telenovela estreia nestas condições. Em O Beijo do Escorpião (TVI), as personagens Rosalinda e Hilário Castelo sentaram-se em frente de uma televisão e deram início à estreia de Jardins Proibidos. No final da estreia, a emissão automaticamente continuou com o restante episódio de O Beijo do Escorpião.[8]
  • A má performance da novela nas audiências obrigou a uma reestruturação do painel de guionistas. Um mês depois da estreia, José Eduardo Moniz (consultor de ficção da TVI) e António Barreira (autor) foram envolvidos na produção e relançaram a história.[9] Também Attíllio Riccó foi chamado para melhorar a realização. As principais alterações passaram por introduzir um serial killer e acelerar as gravações, de forma a acelerar a reentrada da personagem Teresa, depois de esta ter entrado em coma.[10] As alterações rapidamente fizeram efeitos e, a partir de Dezembro de 2014, a novela mostrou um aumento nas audiências. Em 2014, a situação também já tinha ocorrido com O Beijo do Escorpião (TVI) e as alterações de José Eduardo Moniz.
  • As alterações da novela também chegaram ao elenco. Atores como José Carlos Pereira (devido a problemas de saúde), Isabel Medina[11] , Diogo Costa Reis[12] , Diana Costa e Silva[13] , Francisco Côrte-Real[14] , Lurdes Norberto[15] , entre outros, foram afastados da produção. A intitulada 2ª fase da novela teve reforços no elenco: Almeno Gonçalves[16] , Madalena Brandão, Diogo Infante, Maria do Céu Guerra[17] , entre outros.
  • Para atrair mais espectadores, foi criada uma votação inovadora que daria a possibilidade ao público de definir o futuro das personagens.[18]

Referências

  1. http://www.dn.pt/inicio/tv/interior.aspx?content_id=4006326
  2. «Jardins Proibidos»: História. Visitado em 1 de Março de 2015.
  3. Quem é Quem: Simão de Jesus. Visitado em 1 de Março de 2015.
  4. Quem é Quem: Jacinta de Jesus. Visitado em 1 de Março de 2015.
  5. http://www.destak.pt/artigo/201702
  6. «Jardins Proibidos» tem novo horário. Visitado em 3 de Outubro de 2014.
  7. Telenovelas TVI // Audiências de fevereiro 2015. Visitado em 6 de Março de 2015.
  8. TVI divide «O Beijo do Escorpião» em duas partes para a estreia de «Jardins Proibidos». Visitado em 24 de Janeiro de 2015.
  9. TVI mexe na equipa de guionistas de 'Jardins Proibidos'. Visitado em 24 de Janeiro de 2015.
  10. Regresso de Vera Kolodzig a «Jardins Proibidos» foi antecipado por causa das audiências. Visitado em 24 de Janeiro de 2015.
  11. Isabel Medina «desiludida» com saída prematura de «Jardins Proibidos». Visitado em 24 de Janeiro de 2015.
  12. Diogo Costa Reis desvaloriza saída prematura em «Jardins Proibidos». Visitado em 24 de Janeiro de 2015.
  13. Diana Costa e Silva deixa «Jardins Proibidos» e Moniz prepara mais mudanças. Visitado em 24 de Janeiro de 2015.
  14. Elenco de «Jardins Proibidos» novamente reduzido. Visitado em 24 de Janeiro de 2015.
  15. Lourdes Noberto é afastada de «Jardins Proibidos». Visitado em 24 de Janeiro de 2015.
  16. Almeno Gonçalves reforça elenco de «Jardins Proibidos». Visitado em 24 de Janeiro de 2015.
  17. TVI promove segunda fase de “Jardins Proibidos”. Visitado em 24 de Janeiro de 2015.
  18. Baixas audiências de «Jardins Proibidos» leva TVI a pedir ajuda aos telespectadores. Visitado em 24 de Janeiro de 2015.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre telenovelas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.