Java Persistence API

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Java Persistence API (ou simplesmente JPA) é uma API padrão da linguagem Java para persistência de dados que deve ser implementada por frameworks que desejem seguir tal padrão. A JPA define um meio de mapeamento objeto-relacional para objetos Java simples e comuns (POJOs), denominados beans de entidade. Diversos frameworks de mapeamento objeto/relacional como o Hibernate implementam a JPA. Também gerencia o desenvolvimento de entidades do Modelo Relacional usando a plataforma nativa Java SE e Java EE.

Originou-se num projeto comum entre os desenvolvedores para se criar o padrão[1] . Fortemente baseado nas ideias trazidas pelo Hibernate, tanto que o líder da primeira versão dessa especificação é o criador do framework.

Versões[editar | editar código-fonte]

Desenvolvido como uma nova versão de frameworks como JPA 2.0[2] , foi incluído na documentação java 317. JPA 2.0 continha grande parte do suporte necessário para o mapeamento de entidades relacionais[3] .

Frameworks[editar | editar código-fonte]

  • Hibernate[4] .
  • OpenXava[5] .
  • Defrost[6] .
  • Oracle Toplink[7] .

Veja também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Sun Microsystem
  2. OpenJPA
  3. Sun's Persistence FAQ
  4. http://pt.wikipedia.org/wiki/Hibernate Hibernate
  5. http://www.openxava.org/ JPA Application Engine para desenvolvimento rápido de aplicações
  6. http://sourceforge.net/projects/defrost/ JPA-based UI Framework
  7. http://www.oracle.com/technetwork/middleware/toplink/overview/index.html