Javali de Erimanto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Hércules traz o javali de Erimanto a Euristeu, ânfora ática, séc. VI a.C.

O javali de Erimanto era, na mitologia grega, um monstro terrível que descia todos os dias do monte Erimanto, na Arcádia, para assolar as vizinhanças. No quarto dos seus famosos doze trabalhos, Héracles recebeu a missão de capturar vivo o javali e trazê-lo até o rei Euristeu.

Héracles, com a força dos seus berros, expulsou a fera de seu esconderijo no topo da montanha, perseguiu-a através da neve que cobria a região e cansou-a até poder ser capturada. Depois disso, Héracles colocou o javali sobre os ombros e levou-o até o palácio de Euristeu, em Micenas. Ao ver o monstro, Euristeu foi tomado de pavor e escondeu-se numa grande ânfora que mantinha no palácio para esconder-se em caso de perigo.[1] [2]

Referências

  1. Dicionário de Mitologia Greco-latina, Tassilo Orpheu Spalding , ed. Itatiaia
  2. Dicionário da Mitologia Grego e Romana, Pierre Grimal, ed. Bertrand Brasil
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Javali de Erimanto
Ícone de esboço Este artigo sobre Mitologia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.