Javier Cámara

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde novembro de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Javier Cámara
Nome completo Javier Cámara Rodríguez
Nascimento 19 de janeiro de 1967
Albelda de Iregua, Flag of Spain.svg Espanha
Ocupação ator
IMDb: (inglês)


Javier Cámara (Albelda de Iregua, La Rioja, 19 de janeiro de 1967) é um ator espanhol.

Durante a adolescência estudou na Universidad Laboral de Lardero. Lá entrou em contato com um grupo de jovens aficcionados por teatro, dirigidos pelo professor Fernando Gil. Este professor incentivou Javier Cámara a ir a Madri estudar arte dramática na Real Escuela Superior de Arte Dramático. Para se sustentar durante seus estudos em Madri, Javier Cámara trabalhava em salas de cinema da cidade.

Inicia no teatro profissional em 1991, atuando em El Caballero de Olmedo, peça de Lope de Vega. Em 1993, participa do filme Rosa Rosae, de Fernando Colomo.

No entanto, a fama em toda Espanha seria alcançada somente em 1999, com a participação na comédia 7 Vidas, produzida para a televisão espanhola. Nesta comédia, Cámara atuou como Paco Gimeno, papel que lhe rendeu um enorme reconhecimento do público e da crítica. Em 2001, atua em Lúcia y el sexo, de Julio Medem.

No ano 2000, abandona o programa 7 Vidas para atuar em Hable con ella (Fale com ela), filme de Pedro Almodóvar, ganhador do Oscar de Melhor Roteiro Original em 2003 e do Globo de Ouro de melhor filme estrangeiro de 2002. Desta forma, Cámara passa a integrar o seleto grupo dos "meninos de Almodóvar", consagrando-o definitivamente como um dos atores mais populares da Espanha.

Em 2003, trabalha com Pablo Berger, em Terremolinos 73, e com Joaquín Oristrell, em Los abajo firmantes.

No ano de 2004, Cámara volta a trabalhar com Pedro Almodóvar no polêmico La mala educación (Má educação). Em 2005, Cámara atuou em dois filmes que entraram em cartaz simultaneamente na Espanha: La vida secreta de las palabras, de Isabel Coixet; e Malas temporadas, produzido por Manuel Martín Cuenca. Em setembro de 2006 estreou o filme Alatriste, no qual Cámara encarna o Conde-Duque de Olivares. Este filme é, até o momento, o mais caro de toda a história do cinema espanhol, produzida em parceria com Telecinco, canal de televisão espanhol.

Em 2014, ganhou o Prêmio Goya de melhor ator pela sua atuação no filme Vivir es fácil con los ojos cerrados.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Javier Cámara
Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.