Jean Couzy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Jean Couzy (Nérac Lot-et-Garonne, 1923 - 3 de novembro de 1958) foi um alpinista amador francês, que realizou em 1955 a primeira do Makalu com 8463 m de altitude, no Himalaia, e participou na expedição francesa ao Annapurna, o primeiro 8000 m da história do alpinismo.

Cotação[editar | editar código-fonte]

Para "descrever" as dificuldades encontradas na montanha, Jean Couzy interessou-se pela sua cotação assim como pela história do alpinismo, pelo que toma o cargo de uma "crítica alpina" onde são apresentadas as novas ascensões na revista do Clube alpino francês, La Montagne.

Alpinista[editar | editar código-fonte]

Como Raymond Leininger, também se exercita à varapa na floresta de Fontainebleau onde conhece Marcel Schatz, que virá a ser o seu companheiro de cordada.

Frequentador assíduo das Dolomitas, repete as clássicas e abre mesmo algumas das primeiras nos Pré-Alpes.

Cordada Couzy-Desmaison[editar | editar código-fonte]

Vertente este da Aiguille Noire de Peuterey com a aresta norte à direita

René Desmaison depois de ter repetido em 1955 com Jean Couzy a face oeste das Drus decidem abrir uma nova via na vertente norte da Aiguille Noire de Peuterey no maciço do Monte Branco.

A partir de 1958 lançam-se ambos nas grandes invernal onde efetuam a célebre face oeste das Drus, e a abertura de uma escalada artificial das Tre Cime di Lavaredo na Dolomitas para poderem fazer uma diretíssima que haviam imaginado no verão anterior, o que não conseguem fazer, mas em contrapartida fazem uma direta da Cima Grande do Lavaredo.

Via Couzy[editar | editar código-fonte]

Das três principais pontas da face norte das Grandes Jorasses no Maciço do Monte Branco só a Ponta Marguerite falta fazer, e em agosto decidem fazê-lo. Seria o último sucesso em conjunto, que René Desmaison qualificara de "excecional". Na verdade, Jean Couzy morre a 3 de novembro com a queda de uma pedra quando abria uma via no Maciço do Dévoluy. Em honra do seu amigo, René Desmaison abre em julho de 1959 nas Dolomitas com Pierre Mazeaud, Pierre Kohlmann e Bernard Lagesse a via direta da Cime ovest ou Voie Couzy como ficou conhecida a via que havia imaginado com Jean Couzy numa das Tre Cime di Lavaredo

Voie Couzy (a vermelho) na vertente norte da Cime di Lavaredo

Ascensões[editar | editar código-fonte]

Entre muitas outra assinalam-se;

Distinções[editar | editar código-fonte]

Como todos os outros participantes da expedição ao Annapurna, também recebeu o Prix Guy Wildenstein [1]

Referências

  1. PRIX MARIE-CHRISTINE UBALD-BOCQUET (em francês). Página visitada em Jan. 2013.