Jean Jacques Dessalines

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Jacques I
Imperador Jacques I do Haiti
Governo
Reinado 2 de setembro de 180417 de outubro de 1806
Coroação 8 de outubro de 1804
Consorte Marie-Claire Heureuse Félicité
Antecessor Fundação do Império
Sucessor Império abolido
Henri Christophe (como Presidente do Haiti do Norte)
Alexandre Pétion (como Presidente do Haiti do Sul)
Vida
Nome completo Jean-Jacques Dessalines
Grande-Rivière-du-Nord
Royal Standard of King Louis XIV.svg Saint-Domingue
Morte 17 de outubro de 1806
Pont Rouge, perto de Port-au-Prince

Flag of Haiti 1964 (civil).svg Império do Haiti

Jean-Jacques Dessalines (Haiti, 20 de setembro de 1758 - Grande-Rivière-du-Nord, 17 de outubro de 1806) foi um líder da Revolução haitiana que proclamou a independência do país em 1 de janeiro de 1804 e foi seu primeiro governante. Em 1805, seguindo os passos de Napoleão Bonaparte, proclamou-se Imperador com o nome de Jacques I.

Ex-escravo, Dessalines participou das revoltas de escravos da colônia francesa de Santo Domingo. A serviço de Toussaint Louverture, alcançou a patente de General e quando este foi deposto pelas tropas francesas enviadas por Napoleão para reconquistar a ilha, é nomeado comandante das tropas do Sul. Entretanto, logo que Toussaint foi preso e enviado à França, e com a chegada de notícias da restauração da escravidão nas outras colônias francesas, Dessalines organiza em outubro de 1802 um motim contra as forças francesas que resulta em sangrentas batalhas. Finalmente vence os franceses na Batalha de Vertieres e os expulsa da ilha.

Durante seu governo, tentou restabelecer a economia das plantações mediante um sistema de trabalho forçado. Foi traído e assassinado em 1806 por seus colaboradores, Alexandre Pétion e Henri Christophe, que dividiram a ilha em dois países.

O hino nacional haitiano, La Dessalinienne, tem este nome em memória do imperador.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]