Jemaah Islamiyah

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jemaah Islamiyah
Datas das operações 1993 - presente
Área de atividade Sudeste da Ásia
Ideologia Islamismo (fundamentalismo islâmico, sunismo, pan-islamismo)

Jemaah Islamiah[1] (em árabe: الجماعة الإسلامية, al-Jamāʿat ul-Islāmíyatu, "Congregação Islâmica", freqüentemente abreviada como JI)[2] é uma organização militante islâmica dedicada ao estabelecimento de um Daulah Islamiyah[3] (califado islâmico regional) no Sudeste da Ásia incorporando a Indonésia, Malásia, sul das Filipinas, Cingapura e Brunei.[4] A Jemaah Islamiah foi adicionada à lista da Organização das Nações Unidas de organizações terroristas ligadas à Al-Qaeda ou ao Taliban em 25 de outubro de 2002,[5] sob a Resolução 1267.

O seu ataque mais recente foi em Jacarta, na Indonésia, quando terroristas do grupo explodiram os hotéis Marriott Internacional e Rizt-Carlton, matando 11 pessoas e ferindo outras 53.

Referências

  1. Outras transliterações do nome incluem Jemaah Islamiyah, Jemaa Islamiyah, Jema'a Islamiyya, Jema'a Islamiyyah, Jema'ah Islamiyah, Jema'ah Islamiyyah, Jemaa Islamiya, Jemaa Islamiyya, Jemaah Islamiyya, Jemaa Islamiyyah, Jemaah Islamiyyah, Jemaah Islamiyyah, Jemaah Islamiya, Jamaah Islamiyah, Jamaa Islamiya, Jemaah Islam, Jemahh Islamiyah, Jama'ah Islamiyah e Al-Jama'ah Al Islamiyyah.
  2. Zalman, Amy. Jemaah Islamiyah (JI) About.com. Visitado em 1-8-2008.
  3. Elena Pavlova. From Counter-Society to Counter-State: Jemaah Islamiah According to Pupji, p. 11. (PDF) The Institute of Defence and Strategic Studies.
  4. Também acredita-se que a JI esteja associada à violência insurgente no sul da Tailândia. "Conspiracy of Silence: Who is Behind the Escalating Insurgency in Southern Thailand?"
  5. UN Press Release SC/7548.