Jerusalém de Ouro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Jerusalém de Ouro (em hebraico: ירושלים של זהב‎, Yerushalayim Shel Zahav) é uma canção popular de Israel escrita por Naomi Shemer, em 1967. A canção original descreve o anseio, por dois mil anos, do povo judeu em voltar para Jerusalém. Shemer adicionou um verso final depois da Guerra dos Seis Dias para celebrar a reunificação de Jerusalém, após 19 anos de ocupação jordana. Naomi Shemer escreveu a versão original para o Festival de Música Israelita, ocorrido em 15 de maio de 1967, na noite após 19 anos da Independência de Israel. Ela escolheu o então desconhecido Shuli Nathan para cantá-la. Naquele momento, a Cidade Antiga ainda estava ocupada pelos jordanos e sob suas leis.

Origem[editar | editar código-fonte]

Grande parte da letra refere-se a poesias e temas tradicionais de Israel. "Jerusalém de Ouro" é uma referência a uma joia especial mencionada em uma famosa lenda talmúdica sobre Rabi Akiva. "Eis que eu sou, para todas as tuas canções, um violino" é uma citação de um poema do Rabi Yehudah Halevi. "A cidade assenta-se solitária" é uma referência ao primeiro verso do livro bíblico das Lamentações. "Se eu me esquecer de ti, Jerusalém" é uma citação do Salmo 137, verso 5.

Parte da melodia é baseada em uma canção de ninar basca, Pello Joxepe (Tolo José), composta por Juan Francisco Petriarena 'Xenpelar' (1835-1869), a qual Shemer ouviu em uma apresentação do cantor e compositor Paco Ibañez, que visitou Israel em 1962 e cantou essa canção para um grupo que incluía Naomi Shemer e Nehama Hendel. Shemer disse que baseou, inconscientemente, sua melodia na da canção de ninar, e sentiu-se muito mal por conta disso. Paco Ibañez foi, então, perguntado sobre como se sentiu quando soube que Shemer havia inspirado parte da melodia em Pello Joxepe. Ele respondeu que estava "orgulhoso por isso ter ajudado de alguma maneira" e que ele não percebia isso como plágio e que não estava com raiva.[1]

Outras versões[editar | editar código-fonte]

Muitos artistas regravaram suas versões da música ao longo dos anos. Em 2011 o cantautor brasileiro Roberto Carlos regravou recentemente sua versão em português da música "Yerushalayim Shel Zahav" ("Jerusalém toda de ouro").

Referências

  1. Naomi Shemer had no reason to feel bad, says Basque singer (em inglês) Haaretz (6 de maio de 2005). Página visitada em 28 de novembro de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma canção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.