Jessé (cantor)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Janeiro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.


Jessé
Informação geral
Nome completo Jessé Florentino Santos
Nascimento 25 de abril de 1952
Origem Niterói,  Rio de Janeiro
País  Brasil
Data de morte 29 de março de 1993 (40 anos)
Gênero(s) Pop
Instrumento(s) voz
Período em atividade década de 19701993
Gravadora(s) RGE
Barclay Discos
Philips

Jessé Florentino Santos, conhecido apenas como Jessé (Niterói, 25 de abril de 1952Ourinhos, 29 de março de 1993) foi um cantor e compositor brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Jessé foi criado em Brasília. Mudou-se para São Paulo já adulto, e atuou como crooner em boates. Depois, integrou os grupos Corrente de Força e Placa Luminosa, animando bailes por todo o Brasil.

Ainda nos anos 70, também chegou a gravar em inglês com o pseudônimo de Tony Stevens. Foi revelado ao grande público em 1980, no Festival MPB Shell da Rede Globo com a música "Porto Solidão" (Zeca Bahia/ Ginko), seu maior sucesso, ganhando prêmio de melhor intérprete.

Em 1983, ganhou o XII Festival da Canção Organização (ou Televisão Ibero-Americana) (OTI) realizado em Washington, com os prêmios de melhor intérprete, melhor canção e melhor arranjo para "Estrelas de Papel" (Jessé/ Elifas Andreato).

De voz muito potente, no decorrer de sua carreira Jessé gravou 12 discos (como os álbuns duplos "O Sorriso ao Pé da Escada" e "Sobre Todas as Coisas") mas nunca conseguiu os louros da crítica especializada. Morreu aos 40 anos, em 29 de março de 1993 de traumatismo craniano sofrido num acidente de carro quando se dirigia para a cidade de Terra Rica, no Paraná, para fazer um espetáculo.

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • Jessé (1980)
  • Jessé vol. 2 (1981)
  • Jessé vol. 3 (1982)
  • Sorriso ao pé da escada (1983)
  • Estrela de papel (1984)
  • Sobre todas as coisas (1984)
  • Todos os palcos (1985)
  • Ao meu pai (1985)
  • Eterno menino (1987)
  • Convite para ouvir Jessé - Coletânea (1988)
  • Jessé - Série Brilho (1988)
  • Jessé in Nashville (1989)
  • Glória ao Pai - Coletânea (1991)
  • Raízes (1993)
  • Voa liberdade (1993)
  • Jessé - 20 preferidas vol.1 (1996)
  • Jessé - 20 preferidas vol.2 (1997)
  • Pérolas - Coletânea (2000)
  • O inesquecível Jessé (2003)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.