Jessica Lange

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde dezembro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.


Jessica Lange
Nome completo Jessica Phyllis Lange
Nascimento 20 de abril de 1949 (65 anos)
Cloquet, Estados Unidos
Nacionalidade Estados Unidos estadunidense
Ocupação Atriz
Cônjuge Francisco Paco Grande (1970 - 1981)
Atividade 1976 - 2013[1]
Oscares da Academia
Melhor Atriz Principal
1995 - Blue Sky
Melhor Atriz (Coadjuvante/Secundária)
1983 - Tootsie
Emmy Awards
Melhor Atriz (Minissérie ou Telefilme)
2009 - Grey Gardens
Melhor Atriz (Coadjuvante) na Televisão
2012 - American Horror Story
Prêmios Globo de Ouro
Golden Globe icon.svg Melhor Atriz (Drama) no Cinema
1995 - Blue Sky
Melhor Atriz (Coadjuvante) no Cinema
1983 - Tootsie
Golden Globe icon.svg Melhor Atriz em Minissérie ou Telefilme
1996 - A Streetcar Named Desire
2012 - American Horror Story
Golden Globe Awards - Melhor Nova Estrela - Cinema
1977 - King Kong
Prémios Screen Actors Guild
Melhor Atriz numa Série Dramática
2012 - American Horror Story
IMDb: (inglês) (português)

Jessica Phyllis Lange (Cloquet, Minnesota, 20 de abril de 1949) é uma consagrada atriz estadunidense[2] descendente de finlandeses. Lange foi um dos principais Sex symbol na década de 1970, ganhou dois Oscar e foi indicada a seis.[3] Lange já recebeu 84 indicações a prêmios de renome, ganhando 37.[4]

Atuação profissional[editar | editar código-fonte]

Jessica Lange Chaput.jpg

Jessica Lange morava em Nova Iorque e trabalhava como modelo quando o produtor Dino De Laurentiis a convidou para o principal papel feminino do filme King Kong. Como as críticas a sua atuação não foram muito favoráveis, ficou três anos afastada das telas. Retornou em 1979, e aceitou um pequeno papel em All That Jazz. A seguir, teve atuação elogiada em The Postman Always Rings Twice e em Frances. A partir daí, teve atuações marcantes em diversos filmes.

Estreou na Broadway em 1992, no papel de "Blanche" na peça Um bonde chamado desejo, de Tennessee Williams.

Anos iniciais e educação[editar | editar código-fonte]

Seu pai, Albert John Lange (1913-1989), era professor e caixeiro-viajante, e sua mãe, Dorothy Florence (1913-1998)uma dona de casa.[5] Ela tinha duas irmãs mais velhas, Ann e Jane, e um irmão mais novo, George.[6] Seus ascendentes vieram da Alemanha, dos Países Baixos, da Finlândia e da Polônia.[7] [8] [9]

Devido às profissões de seu pai, de ser beberrão e "personalidade forte", a sua vida em casa era caótica. Sua família se mudou para várias cidades em Minnesota antes de voltarem em sua cidade natal, onde se formou a partir de Cloquet High School.[10] Em 1967, ela recebeu uma bolsa de arte para estudar arte e fotografia na Universidade de Minnesota, onde conheceu e formou um relacionamento com um fotógrafo espanhol.[11] Os dois se casaram em 1970,[10] e Lange abandonou a universidade para viver em um estilo de vida boêmio, decidindo viajar por todo o Estados Unidos e México em uma pick-up com seu marido.[11] O casal mudou-se para a França, e viveram em Paris onde se separaram. O tempo de Lange em Paris, foi um tempo de liberdade e exploração. Ela estudou mímica com o famoso instrutor Étienne Decroux e dançou com a Opéra-Comique.[11]

Em 1973, ela voltou para Nova York e começou a trabalhar como garçonete na Lion's Head Tavern em Greenwich Village.[11] Enquanto estava dividindo um apartamento com Jerry Hall e Grace Jones em Manhattan, ela foi descoberta pelo ilustrador de moda Antonio Lopez.[12] e, posteriormente, tornou-se uma modelo da agência Wilhelmina. Foi enquanto trabalhava como modelo que ela foi descoberta pelo produtor de Hollywood Dino De Laurentiis, que estava procurando por moças que aparentassem ingenuidade para o remake de King Kong. Lange declarou ao jornal The New York Times que pretende encerrar sua carreira após terminar a futura quarta temporada de American Horror Story.[1]

Década de 70 e 80[editar | editar código-fonte]

Lange estrelou o seu primeiro filme em 1976,King Kong,Onde contracenava com um gorila mecânico,uma grande proeza para a época,após o sucesso do filme,Lange ganhou o globo de ouro de melhor nova estrela.[13] [14] Logo após veio o filme Tootsie,um sucesso,que rendeu a Lange o Oscar,Globo de ouro e uma indicação ao BAFTA de melhor atriz coadjuvante.[15] [16]

Década de 90 e 2000[editar | editar código-fonte]

Na década de 90 Lange teve acertos e erros.Em 1995 a jovem Jessica recebeu o convite para estrelar o filme Frances,junto a Anjelica Huston,Kevin Costner e Sam Shepard,filme que talvez foi o filme de maior sucesso de Lange, com indicações a prêmios importantes.[17] [18]

Em 1998 Lange recebeu o convite de estrelar Hush,ao lado da ganhadora do oscar daquele ano Gwyneth Paltrow, a critica achou o desempenho de Lange fraco,o que lhe rendeu sua unica indicação ao Framboesa de Ouro de pior atriz. Assim Lange ficou alguns anos longe das telas de cinema.[19]

Década de 2010: American Horror Story[editar | editar código-fonte]

A década de 2010 foi gloriosa para Lange, Ryan Murphy até então o diretor da série de sucesso Glee, convidou Lange para fazer parte do elenco de seu novo projeto,American Horror Story,Lange Aceitou.A série fez um sucesso tamanho,em especial com o publico jovem,assim tornando Lange conhecida pelo publico adolescente.[20] [21] A série rendeu a Lange,o Emmy o globo de ouro de melhor atriz coadjuvante.[22] [23] [24] [25]

Principais filmes[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Diretor
1976 King Kong Dwan John Guillermin
1981 O Destino Bate à sua Porta Cora Smith Bob Rafelson
1982 Frances Frances Farmer Graeme Clifford
Tootsie Julie Nichols Sydney Pollack
1984 Minha Terra, Minha Vida Jewell Ivy Richard Pearce
1985 Um Sonho, Uma Lenda Patsy Cline Karel Reisz
1989 Muito Mais Que Um Crime Ann Talbot Costa-Gavras
1990 Mulher Até o Fim Beth Macauley Paul Brickman
1991 Cabo do Medo Leigh Bowden Martin Scorsese
1992 O Pioneers! Alexandra Bergson Glenn Jordan
1994 Céu Azul Carly Marshall Tony Richardson
1995 Um Bonde Chamado Desejo Blanche DuBois Glenn Jordan
1997 Terras Perdidas Ginny Cook Smith Jocelyn Moorhouse
1998 Hush Martha Baring Jonathan Darby
1999 Titus Tamora Julie Taymor
2003 Normal Irma Applewood Jane Anderson
2003 Big Fish Sandra Bloom Tim Burton
2007 Sybil Dr. Cornelia Wilbur Joseph Sargent
2009 Grey Gardens Big Edie Michael Sucsy
2011 American Horror Story: Murder House Constance Langdon Ryan Murphy
2012 American Horror Story: Asylum Sister Jude Martyn/Betty Drake Ryan Murphy
2013 American Horror Story: Coven Fiona Goode Ryan Murphy

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Jessica Lange teve um breve relacionamento com o bailarino e ator Mikhail Baryshnikov, com quem teve uma filha, Alexandra. Viveu entre 1982 e 2010 com o ator Sam Shepard, com quem teve dois filhos, Hanna e Walker.[26] Lange declarou ao jornal The New York Times que pretende encerrar sua careira após terminar a quarta temporada de American Horror Story.[1]

Referências

  1. a b c Jessica Lange anuncia fim de carreira. independent.co.uk. Lifestyle.publico.pt.
  2. Título não preenchido, favor adicionar. Trash80s.com.br.
  3. Jessica Lange Prêmios. Título não preenchido, favor adicionar. Canaltcm.com.
  4. Jessica Lange Biografia. Canaltcm.com.
  5. Jessica Lange Biography (1949–) (em inglês). Filmreference.com.
  6. At IMDb.com (em inglês). Internet Movie Database. Imdb.com.
  7. Jessica Lange genealogy. Freepages.genealogy.rootsweb.com.
  8. Brennan, Patricia (2 de fevereiro de 1992). Jessica Lange as Willa Cather's Prairie Heroine (em inglês). Washington Post. Pqasb.pqarchiver.com. ""I'm half Finnish and half Dutch and German.""
  9. Lyke, M. L. (16 de janeiro de 1990). The Yin and Yang of Jessica Lange Actress Often Defies Her Glamorous Image [ligação inativa] (em inglês). Seattle Post-Intelligencer. Seattlepi.com.
  10. a b At latimes.com. Articles.latimes.com.
  11. a b c d co.uk (em inglês). The Independent. Independent.co.uk.
  12. At New York Times (em inglês). The New York Times.
  13. http://www.adorocinema.com/filmes/filme-34462/fotos/detalhe/?cmediafile=18865488
  14. http://www.anos80.com.br/antenna/jessica_lange.html
  15. http://www.ew.com/ew/gallery/0,,20311937_20467968_20914215,00.html
  16. http://www.vanityfair.com/online/oscars/2013/11/sarah-paulson-12-years-a-slave-coven-interview
  17. http://thepiratebay.sx/torrent/6344933/A_Streetcar_Named_Desire_(TV)_[1995]_Jessica_Lange
  18. http://www.fandango.com/jessicalange/filmography/p40447
  19. Webcine
  20. http://www.minhaserie.com.br/novidades/14428-jessica-lange-explica-sua-saida-de-american-horror-story-apos-a-4-temporada
  21. http://www.avclub.com/article/it-looks-like-jessica-lange-is-really-leaving-amer-105936
  22. http://omelete.uol.com.br/american-horror-story/series-e-tv/american-horror-story-jessica-lange-quer-deixar-serie/
  23. http://www.dn.pt/inicio/tv/interior.aspx?content_id=3495392
  24. http://screenrant.com/american-horror-story-jessica-lange-leaving-season-4
  25. http://www.dn.pt/inicio/tv/interior.aspx?content_id=3495392
  26. Jessica lange sam shepard split american horror story (em inglês). Latimesblogs.latimes.com.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Jessica Lange
Precedida por:
Holly Hunter
por The Piano
Oscar de melhor Atriz (coadjuvante/secundária)
por Reds

1995
Sucedida por:
Susan Sarandon
por Dead Man Walking
Precedida por:
Maureen Stapleton
por Reds
Oscar de melhor Atriz (coadjuvante/secundária)
por Tootsie

1983
Sucedida por:
Linda Hunt
por The Year of Living Dangerously
Precedida por:
Holly Hunter
por The Piano
Globo de Ouro de melhor atriz em filme dramático
por Blue Sky

1995
Sucedida por:
Sharon Stone
por Casino
Precedida por:
Joan Hackett
por Only When I Laugh
Globo de Ouro de melhor Atriz (coadjuvante/secundária) em cinema
por Tootsie

1983
Sucedida por:
Cher
por Silkwood
Precedida por:
Joanne Woodward
por Breathing Lessons
Globo de Ouro de melhor Atriz (coadjuvante/secundária) em cinema
por A Streetcar Named Desire

1996
Sucedida por:
Helen Mirren
por Losing Chase