Jesus Bom à Beça

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jesus Bom à Beça
Cores Azul-royal e amarelo-ouro[1]
Símbolo Pomba
Bairro Boqueirão
Presidente Alexandre Monteiro
Comissão de carnaval Luciana
Daniele
Alexandre Monteiro
Intérprete oficial Marcelo Leonardi
Celso Oliveira
Alexandre Monteiro
Diretor de bateria Almir Ferreira

E.S. Jesus Bom à Beça[2] [1] [3] é uma escola de samba da cidade de Curitiba. Foi duas vezes campeã do grupo de acesso, e disputou durante alguns anos a principal divisão do Carnaval da cidade, porém desde 2009 encontra-se afastada dos desfiles.

Todos os anos, apresentava na avenida enredos baseados na Bíblia, ou relativos à temática evangélica de um modo geral. A escola teve o cantor de músicas evangélicas Atilano Muradas como compositor dos sambas de sua fundação até o ano de 2004, quando este se mudou para os Estados Unidos e teve que se afastar parcialmente. Posteriormente, o compositor passou a ser Marcelo Leonardi.

A agremiação foi criada por uma iniciativa de membros da Igreja Evangélica Ágape de Curitiba[4] [3] , e foi apoiada logo no primeiro ano por diversas congregações da cidade, tais como os Menonitas São José dos Pinhais[3] , Menonitas Boqueirão[3] , Igreja Ágape Boqueirão[3] , Igreja dos Povos[3] , Igreja Encontros de Paz e Amor[3] , Missão Evangélica Ágape[3] , JOCUM[3] , Mocidade Para Cristo[3] , Comunidade Brasas Vivas[3] , Comunidade Leão de Judá[3] e Comunidade Cristã de Curitiba.[3]

História[editar | editar código-fonte]

A Jesus Bom a Beça foi inspirada em blocos carnavalescos de mesmo nome que já existiam anteriormente em cidades do Nordeste brasileiro.

Em 1997, um grupo da Igreja Ágape, liderado pelo pastor Alexandre Monteiro, planejava montar um bloco evangélico na capital paranaense. Estes foram então convidados pelo então presidente Liga das Escolas de Samba de Curitiba, Saul D'Ávila, a se filiar à entidade. O presidente da Liga à época era professor do pastor Alexandre, e daí veio a conhecer seu projeto.

A escola desfilou pela primeira vez em 1997, ganhando destaque naquele ano em diversos meios de comunicação locais e até nacionais [5] , e terminando logo em seu ano de estréia na terceira colocação. Naquele ano, causou uma certa polêmica no meio evangélico por participar dos desfiles oficiais de Carnaval da cidade. Tal fato rendeu algumas considerações por parte do compositor e intérprete da escola, Atilano Muradas, no livro que ele escreveu contando a história da agremiação, anos mais tarde.[3] Por outro lado, a escola de samba também recebeu logo em seu ano de estréia elogios do frei católico Anacleto Gapski, da Igreja Bom Jesus. [6]

A Bom a Beça sagrou-se campeã em 2001[3] e 2003 do Grupo B (ou Grupo de Acesso)[1] , equivalente à segunda divisão do Carnaval curitibano, firmando-se definitivamente no Grupo A (ou Especial) em meados da década.

Em 2008, foi uma das oito escolas de samba a desfilar no carnaval curitibano, conseguindo a terceiro colocação do Grupo Especial, entre três escolas. No ano seguinte, por problema na prestação de contas, alegados pela Federação cultural, a escola não desfilou, ficando fora do carnaval curitibano.

Carnavais[editar | editar código-fonte]

Jesus Bom à Beça
Ano Colocação Grupo Enredo Carnavalesco Ref.
1997 3º lugar B A história de dois reinos[nota 1] Comissão de Carnaval[nota 2] [3]
1998 B Atletas de Cristo[nota 1] Comissão de Carnaval[nota 2] [3]
1999 B Os Milagres de Jesus[nota 1] Comissão de Carnaval[nota 2] [3]
2000 B Apocalipse[nota 1] Comissão de Carnaval[nota 2] [3]
2001 Campeã B 2001 - Uma odisséia pela Bíblia[nota 1] Comissão de Carnaval[nota 2] [3] [1]
2002 Desclassificada A Heróis da Fé[nota 1] Comissão de Carnaval[nota 2] [3] [1]
2003 Campeã B Jesus não desistiu de você[nota 1] Comissão de Carnaval[nota 2]
Não desfilou em 2004.
2005 4º lugar A Jesus, o maior comunicador Comissão de Carnaval[nota 2] [1]
2006 4º lugar A És Jesus bom à beça Comissão de Carnaval[nota 2]
2007 3º lugar A Família Comissão de Carnaval[nota 2] [1]
2008 3º lugar A Deus, o senhor da criação[nota 3] Comissão de Carnaval[nota 2]
Não desfilou entre 2009 e 2011

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • A música dentro e fora da Igreja, Atilano Muradas, Editora Vida, 2004.

Referências

  1. a b c d e f g Brasil Carnaval. Jesus Bom à Beça. Página visitada em 3 de fevereiro de 2009. Nota:Esta fonte tem relativa credibilidade, mas alguns de seus dados possuem inconsistências. Deve ser comparada com as demais fontes.
  2. Rádio CBN. 23/02/06 Carnaval 2006: Uma escola de samba que quer mesmo falar de Jesus (Entrevista com Alexandre José Monteiro - Fundador e Presidente da Escola de Samba Jesus Bom a Beça). Página visitada em 3 de fevereiro de 2009.[ligação inativa]
  3. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u MURADAS, Atilano. A música dentro e fora da Igreja, Editora Vida, 2004. Capítuo 15 (total de 21 páginas)
  4. União Net. Especial Carnaval 2003. Página visitada em 3 de fevereiro de 2009.
  5. Revista Isto É nº 1424 de 15 Jan 97 pág 15; Revista Veja nº 1481 de 05 Fev 97, pág 57; e Jornal Nacional, (Rede Globo), 24 Jan 97
  6. Gazeta do Povo, 12 Janeiro 97.

Notas

  1. a b c d e f g Compositor e intérprete:Atilano Muradas.
  2. a b c d e f g h i j k Luciana (fantasias), Daniele e Alexandre Monteiro (desenvolvimento do enredo).
  3. Compositor:Marcelo Leonardi. Intérpretes:Marcelo Leonardi, Celso Oliveira e Alexandre Monteiro