Jimmy Durante

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jimmy Durante
Jimmy Durante
Nome completo James Francis Durante
Nascimento 10 de fevereiro de 1893
Manhattan, Nova Iorque Estados Unidos
Morte 29 de janeiro de 1980 (86 anos)
Santa Mônica, CA, Estados Unidos
Ocupação Ator, cantor, comediante e pianista
Atividade 1920–1972
Emmy Awards
Melhor ator numa série de comédia
1953 — The Jimmy Durante Show
Indicações
melhor ator em comédia ou musical
1963 — A Mais Querida do Mundo


James Francis Durante (Nova York, 10 de fevereiro de 1893Santa Mônica (Califórnia), 29 de janeiro de 1980), mais conhecido como Jimmy Durante, foi um cantor, pianista, comediante e ator norte-americano. Por 62 anos, foi um dos mais populares artistas norte-americanos.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Jimmy Durante nasceu em Lower East Side, um bairro na parte sudeste da cidade de Nova York localizado em Manhattan, era o caçula de quatro filhos de Rosa e Bartolomeo Durante, imigrantes de Salerno, Itália.[1] Começou sua carreira artística nos velhos tempos de vaudeville, quando tinha apenas 17 anos de idade. De noite, trabalhava num pequeno teatro do East Side de Nova Iorque e de madrugada, atuava como pianista num bar de Coney Island. Fazia um pouco de tudo, inclusive cantar, coisa que muitos poucos, com voz tão frágil e rouca, ousariam num época em que Al Jolson brilhava nos palcos da Broadway.

Em 1916, formou um quinteto instrumental, ele como líder, arranjador e pianista.[2] Cinco anos mais tarde, com os amigos Eddie Jackson e Lou Clayton, fundou o Club Durante, casa noturna que se propunha a oferecer "a mais louca variedade de entretenimento de Nova Iorque". Embora Eddie e Lou também fossem comediantes, tanto a loucura como a variedade corriam mesmo por conta de Durante. Foi Lou Clayton quem lhe deu o apelido com que os amigos íntimos sempre o trataram: Schnozzola. Outro apelido, que só durou enquanto ele fazia do piano o seu número principal, diz do tipo de música que mais o atraia: Ragtime Jimmy.

Mas o teatro e o cinema, mais tarde, acabariam fazendo-o trocar a música instrumental sincopada por canções de circunstância. Cole Porter escreveu algumas para ele cantar em The New Yorkers, musical que estreou na Broadway em 08 de dezembro de 1930. Florenz Ziegfeld exigiu que seus compositores criassem números especiais para Jimmy cantar, durante as apresentações de Show Girl. Em 1930 mudou-se para Hollywood e por mais de 30 anos apareceu em dezenas de filmes, entre eles Pernas de Perfil (1932), Salve-se Quem Puder! (1932), e Entre Secos e Molhados (1933), todos sucessos financeiros, servindo como um trampolim para a sua carreira.

Ao longo dos anos seguintes, vieram E o Mundo Marcha (1932), Da Broadway a Hollywood (1933), Festa de Hollywood (1934), Satã Janta Conosco (1942), Ziegfeld Follies (1946), Billy Rose's Jumbo, (com base no musical de 1935), e Deu a Louca no Mundo (1963).

Jimmy Durante em cena do filme Deu a Louca no Mundo (1963).

O comediante apareceu no programa de rádio The Chase and Sanborn Hour de Eddie Cantor na NBC. Quando Eddie deixou o programa, ele assumiu o show, passando a ser chamado The Jumbo Fire Chief Program (1935–36). Jimmy Durante estava, então, no auge de sua popularidade. Era um dos artistas mais bem pagos dos Estados Unidos. E também um dos mais queridos do público.

Durante estreou na televisão em 1 de novembro de 1950, embora mantivesse presença no rádio como um dos convidados frequentes da comédia/variedade, The Big Show. De 1950 a 1951, tornou-se um dos quatro apresentadores da série de comédia 4-Star Revue. Ele alternava às quartas-feiras com Danny Thomas, Jack Carson e Ed Wynn.

Em 2 de outubro de 1954 estreava o The Jimmy Durante Show pela NBC. O show de variedades contava em cada episódios com a participação de um artista diferente, Bob Hope, Peter Lawford, Milton Berle, Gina Lollobrigida, Donald O'Connor, e Danny Thomas foram alguns famosos que apareceram na série. Em 4 de agosto de 1955, o programa foi palco da última apresentação de Carmen Miranda, a cantora brasileira passou mal durante um número de dança com Jimmy Durante, a artista porém se recompôs e terminou as gravações. No entanto, na manhã seguinte, em 5 de agosto, Carmen morreria em sua casa em Beverly Hills, de insuficiência cardíaca.[3]

Durante também apareceu em outra comédia-variedades da NBC, o Club Oasis, transmitido de 1957 à 1958, alternando com The Polly Bergen Show. Sua última aparição na televisão foi co-estrelando com as irmãs Lennon em Jimmy Durante Presents the Lennon Sisters Hour, que durou uma temporada na ABC (1969-1970).

O túmulo de Jimmy & Margaret Durante.

Alguns de seus discos gravados já no fim da vida - álbuns com títulos sugestivos como As Time Goes By e September Song - revelam que uma voz rouca pode interpretar de forma comovente canções difíceis, do repertorio dos melhores cantores americanos.[4]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Casado desde 1916 com Jeanne Olsen, também cantora, Durante ficou viúvo em 1943. Em 1960, casou-se com Margaret "Margie" Little. Em 1972, pouco depois de se apresentar num show em Las Vegas, Jimmy Durante sofreu um derrame que o deixaria preso a uma cadeira de rodas até o fim da vida. Nunca mais trabalhou. Os últimos anos foram passados na companhia da segunda mulher e da filha adotiva Cecilia.

Morte[editar | editar código-fonte]

Jimmy Durante morreu de pneumonia em Santa Monica, Califórnia, em 29 de janeiro de 1980 e foi enterrado no Holy Cross Cemetery em Culver City.[5]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Todos os títulos em Português dos filmes estrangeiros referem-se a exibições no Brasil.
Ano Filme / Série Papel Nota
1930 O Repórter Audacioso Daffy
1931 O Homem da Nota Schnozzle
The Christmas Party Papai Noel (sem créditos)
Melodia Cubana O.O. Jones
1932 Salve-se Quem Puder! McCracken
E o Mundo Marcha Abe Shilling
Pernas de Perfil James
O Falso Presidente Curly Cooney
Le plombier amoureux Tony
1933 Entre Secos e Molhados Jimmy Potts
Além do Inferno "Ptomaine", o cozinheiro
Da Broadway a Hollywood Jimmy - Personagem de Hollywood
Meet the Baron Joe McGoo
1934 Palooka Knobby Walsh
Escândalos de Broadway Happy McGillicuddy
Dinamite... e Nada Mais! Moxie
Festa de Hollywood Durante / Schnarzan
Folias de Estudante Hank Merman
1936 País Sem Música Jonah J. Whistler
1938 Mocidade Gloriosa Willie Gumbatz
Três Moças Sabidas Jefferson Twitchel
Miss Broadway Jimmy Clayton
1940 Valentia Adquirida Cornelius J. Courtney
1941 Pode Ser... Ou Está Difícil? Jeeper Smith
1942 Satã Janta Conosco Banjo
1944 Duas Garotas e um Marujo Billy Kipp
Música para Milhões Andrews
1946 O Rouxinol Mentiroso Spike
1947 Aconteceu Assim Nick Lombardi
Saudade de Teus Lábios Ferdi Farro
1950 The Great Rupert Mr. Louie Amendola
The Milkman Breezy Albright
1957 O Prefeito se Diverte Jimmy Durante (sem créditos)
1961 O Juízo Universal O homem com o nariz grande
The Danny Thomas Show Tio Jimmy Durante Série de televisão - Episódio: Danny and Durante
1962 A Mais Querida do Mundo Anthony 'Pop' Wonder Indicado—Globo de Ouro de melhor ator em comédia ou musical
1963 Deu a Louca no Mundo Smiler Grogan
1964 Summer Playhouse Mimmy Banister Série de televisão
1966 Bob Hope Presents the Chrysler Theatre Série de televisão - Episódio: Murder at N.B.C.
Alice Through the Looking Glass Humpty Dumpty Telefilme
1969 Frosty the Snowman Narrador Curta-metragem
1970 Howdy Telefilme

Legado[editar | editar código-fonte]

Pegadas de Jimmy Durante na Calçada da Fama do Teatro Chinês.

Jimmy Durante era idolatrado entre os artistas. Oscar Hammerstein II escreveu um poema em sua homenagem. o compositor Cole Porter citou-o na letra de You're The Top, ao lado de pessoas e coisas fora de série como Mahatma Gandhi, a Torre de Pisa, Mickey Mouse, Nancy Astor, o riso da Mona Lisa, e o Inferno de Dante.

Ralph Blane e Hugh Martin, em sua canção How About You?, não fazem por menos "Jimmy Durante's looks give me a thrill..." Pintores famosos o retrataram, seu nariz serviu de inspiração a milhares de caricaturas, uma pesquisa organizada nos EUA apontou-o como "o mais amado de todos os personagens do cinema", à frente de Clark Gable e Shirley Temple.


Referências

  1. Jimmy Durante: His Show Business Career, with an Annotated Filmography and Discography. David Bakish. ISBN: 9780786430222
  2. Por Vincenzo (24-10-2009). "The Actors’ Chapel | SANCTE PATER". Sanctepater.blogspot.com. Acesso data (22-08-2014)
  3. Carmen Miranda Dies Following Heart Attack, Pittsburgh Post-Gazette - 6 ago. 1955, Acesso data (22-08-2014)
  4. Caderno B. Jornal do Brasil (30 de janeiro de 1980), página 7. Jimmy Durante: Humor e ternura de mãos dadas. Visitado em 4 de março de 2015.
  5. The New York Times, 2 de abril de 1980, p. 13.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]