Jimmy Smith

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jimmy Smith
Jimmy Oscar Smith Hammond.JPG
Informação geral
Nome completo James Oscar Smith
Também conhecido(a) como O Incrível Jimmy Smith
Nascimento 8 de Dezembro de 1925 Norristown, Pennsylvania
Origem Chicago, Illinois
País  Estados Unidos
Data de morte 8 de fevereiro de 2005 (79 anos) Scottsdale, Arizona
Gênero(s) Soul Jazz
Hard bop
Mainstream jazz
Jazz-funk
Jazz fusion
Instrumento(s) Órgão Hammond B-3
Período em atividade 1956- 2005
Gravadora(s) Blue Note, Verve

Jimmy Smith (Norristown, Pensilvânia, 8 de Dezembro de 1925 - Scottsdale, Arizona, 8 de Fevereiro de 2005), nascido James Oscar Smith, foi um músico norte-americano conhecido pela utilização do órgão Hammond, nas músicas de jazz.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Jimmy Smith foi um dos criadores do soul jazz, influenciado pela música gospel e pelos blues. Em 1948, frequentou a Hamilton School of Music, e no período de 1949-1950 a Ornstein School of Music, na cidade de Filadélfia. O primeiro contacto com o órgão Hammond foi em 1951, ganhando sucessivamente o reconhecimento no meio musical, com a sua presença em Nova Iorque, no Café Bohemia e no clube Birdland, e no festival de jazz de Newport, em 1957.

Ao longo da sua carreira, Smith teve a maioria dos seus trabalhos editados pelas editoras mais consagradas no meio jazz, como a Blue Note Records, ou a Verve Records, onde trabalhou com músicos como Kenny Burrell, Lee Morgan, Lou Donaldson, Tina Brooks, Jackie McLean, Ike Quebec, Stanley Turrentine ou o guitarrista Wes Montgomery.

Os anos 70, e início dos 80, foram dedicados a várias turnês, destacando-se a Europa e Israel, em 1974 e 1975. A partir de 1995, Smith faz um interregno na sua carreira, regressando apenas em 2001, com os trabalhos Fourmost Return e Dot Com Blues, este último com as participações de Dr. John, Taj Mahal, Etta James, Keb'Mo' e B. B. King.

O último trabalho de Jimmy Smith é uma participação no álbum Legacy, ao lado do organista Joey DeFrancesco, em 2005, pouco antes da sua morte.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]