Jitaúna

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde Fevereiro de 2008).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Município de Jitaúna
Bandeira de Jitaúna
Brasão desconhecido
Bandeira Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 22 de dezembro
Fundação 22/12/1961
Gentílico jitaunense
Lema Gestão Democrática e Participativa.
Prefeito(a) Edson da Silva (PT)
(2013–2016)
Localização
Localização de Jitaúna
Localização de Jitaúna na Bahia
Jitaúna está localizado em: Brasil
Jitaúna
Localização de Jitaúna no Brasil
14° 01' 08" S 39° 53' 20" O14° 01' 08" S 39° 53' 20" O
Unidade federativa  Bahia
Mesorregião Centro-Sul Baiano IBGE/2008 [1]
Microrregião Jequié IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Jequié (Norte e Oeste), Ipiaú,(Leste) e Aiquara (Sul)
Distância até a capital 383 KM km
Características geográficas
Área 332,805 km² [2]
População 14 115 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 42,41 hab./km²
Altitude 185 acima do mar m
Clima Seco a sub-úmido e semi-árido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,575 baixo PNUD/2010[4]
PIB R$ 49 850,522 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 2 964,47 IBGE/2008[5]
Página oficial

Jitaúna é um município brasileiro do estado da Bahia. Sua população estimada em 2013 é de 13.667 habitantes.

História[editar | editar código-fonte]

Jitaúna é um município situado a 385 km de Salvador-Bahia, foi fundado as margens do Rio Preto (foz) afluente do Rio das Contas, entre Ipiaú e Jequié.

Sua primeira denominação foi Mija Gás, pois durante a caminhada dos viajantes e tropeiros em lombo de animais, buscando e levando mercadoria para cidade de Jequié, exalava-se um cheiro desagradável das latas de querosene furadas.

Com o aumento de passagens de pessoas, construções de casas, o nome foi modificado para Esplanada, e como já havia na Bahia essa mesma identificação, mudou-se para Itaúna. Em que o professor Teodorico Sampaio de Salvador sugeriu um significado ao distrito de Jequié, colocou Jitaúna que quer dizer: Onça Preta e há quem diga também que o significado é: jita = pedra e una = água.

Desde do inicio da década de 60, homens como Albino Cajahyba, Carlos Sá Barreto, Padre Eusínio Alves Gomes, Milton Barbosa de Almeida e Elias D’avila Filho lutavam em busca da emancipação política de Jitaúna.

Distrito de Jequié, Jitaúna precisava tornar-se independente, então a busca pelo progresso e desenvolvimento envolveu toda uma população a um esperado plebiscito. Inicia-se aí uma grande jornada política entre os munícipes de Jitaúna.

Em vinte e dois de dezembro de 1961 foi marcada a sua emancipação através da lei estadual nº 1588. No ano seguinte organizava-se as eleições para prefeitos e vereadores. Tendo em 1963 o primeiro governante Elias Dávila Filho.


Geografia[editar | editar código-fonte]

  • Área: 218,923  km².
  • Coordenadas geográficas: latitude sul 14°01´, longitude oeste 39°53´, altitude (m) 165.
  • Clima: Tipo climático – seco a subúmido e semi-árido. Período chuvoso – novembro a janeiro. Temperatura média anual – média 23.8 °C; máxima 29.3 °C; mínima 20.0 °C.
  • Solos: Tipo – Podzólico Vermelho-Amarelo distrófico, Latossolo Vermelho-Amarelo álico, Latossolo Variação Una álico, Brunizém avermelhado, Podzólico Vermelho-Amarelo eutrófico. Aptidão agrícola – Aptidão regular para pastagem plantada, aptidão boa para lavouras, aptidão regular para silvicultura; restrita e sem aptidão para pastagem natural.
  • Vegetação: Floresta ombrófila densa, Floresta estacional semidecidual.
  • Relevo: Tabuleiros Pré-Litorâneos, Serras Marginais.
  • Hidrografia: Bacia hidrográfica – Contas. Rios principais – Rio de Contas, Rio Preto do Costa, Rio Preto Cresciuma.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Visitado em 16 de agosto de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.

Divisão Território de Identidade: Médio Rio de Contas

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.