João, Príncipe Herdeiro da Saxónia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
João da Saxónia
Príncipe Herdeiro da Saxónia
Cônjuge Isabel de Hesse
Pai Jorge da Saxônia
Mãe Bárbara da Polónia
Nascimento 24 de Agosto de 1498
Dresden, Alemanha
Morte 11 de janeiro de 1537 (38 anos)
Dresden, Alemanha

O príncipe João da Saxónia (24 de Agosto de 1498 - 11 de Janeiro de 1537), também conhecido por "João, o Jovem" ou "Hans da Saxónia" foi príncipe da Saxónia da linha Albertina da Casa de Wettin.

Primeiros Anos[editar | editar código-fonte]

João era o filho mais velho do duque Jorge, o Barbudo, e da sua esposa, a princesa Bárbara da Polónia, filha do rei Casimiro IV da Polónia. Uma vez que o seu pai tinha uma boa relação com a família Habsburgo, João foi criado em Bruxelas, juntamente com o futuro sacro-imperador Carlos V. João começou a participar muito cedo nos assuntos de governo do pai, mas não demorou a inclinar-se para a ociosidade e interessava-se mais por boa comida, álcool e festas.

Casamento e Morte[editar | editar código-fonte]

A 8 de Março de 1505, Jorge acertou com o landegrave Guilherme II de Hesse o futuro casamento de João, na altura com sete anos de idade, com a filha de três anos do landegrave, Isabel. A princesa era irmã do landegrave Filipe, o Magnânimo. Guilherme recebeu 25,000 florins pelo casamento. A cerimónia celebrou-se no dia 20 de Maio de 1516 em Kassel. Isabel era tendencialmente mais luterana e pouco depois do casamento entrou em conflito com o marido e a família dele que eram fortemente católicos. Diz-se que João convidou Martinho Lutero a visitá-lo, afirmando que, se o seu pai era contra ele, então quando chegasse ao trono iria ser a seu favor. Depois de se encontrar com Luetro e compreender que o fundador do luteranismo não iria viver mais do que o seu pai, João ficou cada vez mais melancólico, adoeceu e finalmente acabou por morrer.[1]

Mesmo depois da morte de João, a sua esposa e o pai continuaram a ter confrontos devido a assuntos religiosos. Isabel deixou Dresdren e mudou-se para Rochlitz, onde passou a estudar melhor o luteranismo.

Não nasceram filhos da união de João com Isabel. João foi enterrado na Catedral de Meissen.

Genealogia[editar | editar código-fonte]

Os antepassados de João da Saxónia em três gerações[2]
João da Saxónia Pai:
Jorge da Saxônia
Avô paterno:
Alberto III da Saxónia
Bisavô paterno:
Frederico II da Saxónia
Bisavó paterna:
Margarida da Áustria
Avó paterna:
Sidónia da Boémia
Bisavô paterno:
Jorge de Poděbrady
Bisavó paterna:
Cunegundes de Sternberg
Mãe:
Bárbara da Polónia
Avô materno:
Casimiro IV da Polónia
Bisavô materno:
Ladislau II da Polónia
Bisavó materna:
Sofia de Halshany
Avó materna:
Isabel da Áustria
Bisavô materno:
Alberto II da Germânia
Bisavó materna:
Isabel do Luxemburgo

Referências

  1. Friedrich Adolph Schumann, Albert Schiffner
  2. The Peerage (em inglês). Página visitada em 16 de Julho de 2013.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]