João Grosso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

João Manuel Vieira Grosso[1] (n. 1959), é um actor e encenador português. Estudou na Escola Superior de Teatro e Cinema.

Trabalhou para o Teatro Aberto[2] e integra o elenco residente do Teatro Nacional D. Maria II, onde foi Director Artístico (2001-2003).

São de salientar os seu desempenhos em: Fausto, Fernando, Fragmentos., de Fernando Pessoa, Barcas e Serviço d' Amores, de Gil Vicente; Berenice, de Racine; Medeia, de Eurípides e Orgia de Pasolini (que também encenou).

Recebeu o Globo de Ouro 2005, para melhor Actor, por Orgia.

Referências

  1. Certidão de lista de associadas da Audiogest (pdf). IGAC/Ministério da Cultura (2007-07-25). Arquivado do original em 24 de Dezembro de 2013. Página visitada em 26 de Dezembro de 2014.
  2. João Grosso (em português). Infopédia. Página visitada em 26 de Dezembro de 2013.