João Leitão de Abreu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

João Leitão de Abreu (Cachoeira do Sul, 6 de julho de 1913Brasília, 13 de novembro de 1992) foi um jurista brasileiro.

Ocupou a pasta da Casa Civil no regime Médici. Foi ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidiu o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Em seu artigo dominical na Folha de S. Paulo de 28 de janeiro de 2007, o jornalista Elio Gaspari descreveu Leitão de Abreu como o mais poderoso ministro da Casa Civil da história republicana, apesar de sua discrição.[1]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Rondon Pacheco
Ministro chefe do Gabinete Civil da Presidência da República
1969 — 1974
Sucedido por
Golbery do Couto e Silva
Precedido por
João de Carvalho Oliveira
Ministro chefe do Gabinete Civil da Presidência da República
1981 — 1985
Sucedido por
José Hugo Castelo Branco


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.